Prefeitura - cidade em ação - dentro
CidadePrefeitura e governo federal querem concluir obras do macroanelA proposta para a finalização dos trabalhos é investir mais de R$ 9,5 milhões
Da redação com informações da Prefeitura Municipalsexta, 14 de setembro de 2018 - 14:59

O governo federal e a prefeitura de Campo Grande pretendem investir mais de R$ 9,5 milhões para finalizar as obras do trecho do macroanel rodoviário, que liga as saídas de Cuiabá e Rochedo. A proposta é concluir os trabalhos até o dia 31 de dezembro deste ano. Os trabalhos no local estão paralisado há quatro anos.

Na manhã desta sexta-feira (14), o prefeito Marquinhos Trad (PSD), participou de uma reunião na superintendência regional do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), com o ministro da Secretaria de Governo da Presidência da República, Carlos Marun, que garantiu a liberação do valor de R$ 9,5 milhões, sendo R$ 950 mil a contrapartida do município, para conclusão das obras.

O recurso disponível, R$ 7,5 milhões, precisa ser suplementado porque o projeto deve ser reprogramado para incluir obras de drenagem em duas nascentes, não previstas no projeto original, além de readequações nas três rotárias programadas: na BR-163,  MS-10 e MS-080.

O projeto passou por ajustes para contemplar a construção dos colchões drenantes, que não estavam previstos na proposta original.  Também foi preciso alterar as propostas das rotatórias que foram mudadas, por exemplo, para se adequar a duplicação da MS-080. As alterações exigiram um aditivo de R$ 1.603.513,62 no convênio.

Agora, com os aditivos e a reprogramação para inclusão de novas obras, o macroanel fechará com um custo total de R$ 37 milhões. Já foram aplicados R$ 21 milhões e até a conclusão da obra serão investidos mais R$ 16 milhões.

Na próxima terça-feira (18), técnicos da Prefeitura e do DNIT, com a presença do ministro Marun, vão estar na Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), em Brasília, com objetivo de obter autorização da agência reguladora para o município executar a rotatória na BR-163, rodovia administrada por uma concessionária.

Segundo o prefeito Marquinho Trad, com a garantia de repasse dos recursos, a conclusão da obra será antecipada. “Se o tempo contribuir, certamente vamos entregar esta última etapa dentro do prazo solicitado”, disse.

Quando este trecho de 24 quilômetros estiver pronto, evitará que o tráfego de caminhões carregados de grãos que vêm de Mato Grosso com destino ao Núcleo Industrial de Industrial, passem por áreas residenciais.  Também será uma alternativa para quem está vindo pela BR-163 e quer seguir viagem para Corumbá e Sidrolândia.

 

Deixe seu comentário

Leia Também

Governo - Semeadura