GeralAssassinos de ex-vereador e esposa, são condenados a 94 anos de prisãoO ex-vereador e sua esposa haviam sido mortos brutalmente
Redação com informações da MPterça, 12 de junho de 2018 - 10:53

Os autores do assassinato do ex-vereador Cristóvão Silveira e sua esposa, Fátima de Jesus Diniz Silveira, foram condenados nesta segunda-feira (11) a penas que somadas resultam em 94 anos de anos de prisão.

Após o Ministério Público de Mato Grosso do Sul, por meio do Promotor de Justiça Clovis Amauri Smaniotto, propor ação penal contra os assassinos, o Juíz de Direito Wilson Leite Corrêa condenou os réus à prisão em regime fechado.

Rivelino Mangelo foi condenado a 48 anos de reclusão, mais um ano de detenção e 70 dias-multa pelos crimes de latrocínio contra o ex-vereador e a esposa; vilipêndio de cadáver da vítima Fátima; destruição parcial de cadáver e receptação.

Já Rogério foi condenado a 45 anos de reclusão e 40 dias-multa pelo crime de latrocínio também contra as duas vítimas.

O crime

O ex-vereador e sua esposa foram mortos na tarde de 18 de julho de 2017, em uma chácara do casal localizada na saída para Rochedo, em Campo Grande. O ex-vereador recebeu um primeiro golpe na nuca, do qual quebrou a sua coluna, e teve o dedo decepado ao tentar se defender das facadas. Ao ver que o marido sendo agredido, Fátima tentou ajudá-lo com um cabo de vassoura, mas caiu no chão e foi atacada com dois golpes de facão por Rivelino.

Rivelino e os filhos Rogério e Alberto Nunes Mangelo, 21 anos, com ajuda de Diogo André dos Santos Almeida, 21 anos, (falecido), roubaram uma caminhonete Mitsubishi L200 2015/2016, avaliada em R$ 102 mil; uma televisão led de 40 polegadas, avaliada em R$ 1.499,99, uma arma de fogo não identificada, dois aparelhos celulares, duas alianças de ouro e R$ 1.231,00 em dinheiro, pertencentes ao casal.

Deixe seu comentário

Leia Também