GeralObras de recapeamento no Parque dos Poderes são finalizadasA ligação facilitará o acesso a várias repartições
Redação com informações do CG Notíciasquinta, 12 de julho de 2018 - 10:36

Foram concluídas nesta quarta-feira (11), as obras de drenagem e recapeamento no entorno do Parque dos Poderes, que ganhou uma nova ligação  entre as avenidas Mato Grosso e Desembargador Leão Neto do Carmo, em Campo Grande.

A ligação facilitará o acesso a várias repartições, incluindo a Receita Federal, Fórum Eleitoral, Tribunal de Justiça e macroanel, no trecho em frente do campus da  Uniderp Agrárias. A via foi projetada com 570 metros de extensão.

Os serviços de abertura de boca de lobo estão sendo finalizados e nos próximos dias a iluminação pública será instalada.

Há seis meses esta última etapa da obra começou na avenida Leão Neto do Carmo, que foi recapeada ao longo de sua extensão, 2,4 quilômetros, entre a avenida Hiroshima e o macroanel.  Antes disso, recebeu mais de um quilômetro de drenagem (1.109 metros), tubulação iniciada perto do comando da Polícia Militar,  que garante o escoamento da enxurrada de bairros como o Eco Parque e Danúbio Azul.

Também foram instalados na via, tubos de polietileno de alta densidade, com 1,2 metro de diâmetro, enterrados a seis metros de profundidade de forma a garantir maior declividade. 

Além da Leão Neto do Carmo, receberam drenagem e foram recapeadas as ruas Rio Claro e Barra Funda, do Diário, da Academia de Polícia e Delegado Carlos Roberto Bastos de Oliveira. Esta rede de drenagem foi projetada  para captar as águas pluviais que descem de vários bairros próximos ao Parque dos Poderes, como o Jardim Futurista e Eco Parque, e levar a enxurrada até o piscinão projetado para os altos da avenida Mato Grosso.

Outra frente da drenagem concluída vai ajudar a resolver o problema de alagamento nas laterais da avenida Vitório Zeolla. Estão implantados 330 metros de tubulações, a partir da Rua da Fortuna, que passa pela Rua das Folhagens e atravessa a praça Bosque da Paz, conectando-se com a rede existente na rua Pedro Martins.

A finalização desta obra faz parte do Complexo Mato do Jacinto Etapa D, que foram retomados ano passado pela prefeitura. Estão sendo investidos em torno de R$ 11 milhões, abrangendo  intervenções para controle de enchente, pavimentação e a construção de um piscinão nos altos da avenida Mato Grosso, com capacidade para retenção de 22 milhões de litros.

Já foi feita uma travessia em tubo Armco sob a pista, para escoamento da enxurrada que desaguará no Córrego dentro do Parque das Nações Indígenas.

Foram recapeados também trechos da avenida Mato Grosso (entre a Ceará e  avenida Hiroshima); Antônio Maria Coelho (a partir da rua Furnas); avenidas Hiroshima e Santa Luzia.

Deixe seu comentário

Leia Também

SESC