GeralTrabalhadores da Eletrosul aderem a paralisação contra privatização
Da redação com assessoriasegunda, 16 de abril de 2018 - 07:35

Os trabalhadores da Eletrosul de Mato Grosso do Sul aderiram a mobilização nacional contra a contra a privatização da Eletrobras e vão paralisar as atividades nesta segunda-feira (16).

Para a presidente do Sinergia-MS, Elizete Almeida, a privatização provoca instabilidade para os trabalhadores e precarização do serviço prestado à população.

“Como a empresa privada visa lucro, nós sabemos que técnicos experientes são substituídos por pessoas inexperientes e com salários menores. Essa troca de funcionários acaba provocando a diminuição da qualidade de prestação de serviço”, avaliou.

Já o diretor do Sinergia-MS, Elvio Vargas, alerta que entre os impactos negativos da privatização estão a precarização dos serviços, a demissão de trabalhadores e o aumento de tarifas, que pode chegar a 16% conforme informação divulgada pela Aneel.

“Quando você privatiza o serviço público, você tira o foco de atendimento de um serviço público, que é essencial e que é dever do Estado, e passa a uma empresa que visa lucro, que não quer saber se você precisa de energia, só quer saber quanto vai ganhar para levar a energia para você”, esclareceu o diretor.

Deixe seu comentário

Leia Também

SESC