TJ outubro-18 - interna
GeralVenezuelanos recomeçam a vida em Campo Grande
Da redação com assessoriaquinta, 14 de junho de 2018 - 14:08
Venezuelanos recomeçam a vida em Campo Grande

A crise política, social e econômica que a Venezuela enfrenta atualmente fez com que Juan Carlos Rincones, Jesus Zacarias Malavé e Miguel Malavé, tomasse a decisão de deixar a família, sua terra natal e suas origens, em busca de uma oportunidade melhor.

O trio escolheu a capital sul-mato-grossense para viver. Músicos por formação, decidiram migrar da Venezuela depois de constatarem que para se alimentarem com o básico precisariam de quatro empregos diferentes. “Tínhamos restrição de comida porque tudo lá é muito caro, principalmente comida e remédios”, explicam.

Por aqui encontraram uma situação bem diferente do que imaginavam. “Não pensávamos que encontraríamos tantos venezuelanos no Brasil. Não foi de maneira nenhuma o que eu imaginava que seria”, relata Jesus Zacarias. “Deve ser assustador para o brasileiro olhar seu país ou sua cidade tomada por estrangeiros”, disse.

Eles entraram no Brasil por Boa Vista, Roraima, e foram direto para um abrigo público na cidade. “Dormíamos no chão e estávamos sempre em alerta porque tinham vários tipos de venezuelanos por lá: os de boa intenção e os de não tão boas intenções”, contaram eles.

O trio conheceu o projeto Fraternidade Sem Fronteiras três semanas depois que chegaram a Boa Vista e foram encaminhados para o Centro de Acolhimento, onde conheceram o presidente do projeto e aceitaram o convite de vir morar em Campo Grande.

Aqui, estão tirando documentos e arrumando a casa que dividem. Nesta quinta-feira (14), o trio se apresenta no Bar Genuíno levando ao público, o calipso venezuelano, ritmo orquídea venezolana, rancheiro mexicano e guapango. Desta forma, o trio pretende levantar recursos para custear a estadia na capital.

Serviço

Evento: Som da Venezuela

Local: Bar Genuino – Rua Aporé, 97

Data: 14/06/2018 – Horário: 19h00min.

Entrada: R$ 10,00 (Couver artístico que será revertido para o trio)

Deixe seu comentário

Leia Também

SESC