Governo Refis - dezembro-18 interna
PolíciaEmpresário e tatuador são executados na fronteiraOs dois foram mortos com tiros de pistola 9mm; não há pistas dos pistoleiros
Da redaçãoquinta, 6 de dezembro de 2018 - 08:15

Pistoleiros executaram duas pessoas em Ponta Porã na quarta-feira (5). A primeira morte ocorreu na parte da tarde e vitimou empresário Wanderley Almeida, 46 anos, a noite, o tatuador paraguaio identificado como Nicanor Garay Ovelar, 40 anos, também foi morto.

De acordo com informações de testemunhas o empresário Wanderley foi morto com diversos tiros em frente à casa dele no Jardim Universitário em Ponta Porã. Ele abastecia o veículo quando pistoleiros chegaram em uma caminhonete e dispararam dezenas de tiros contra ele. 

O comerciante foi levado para o hospital Regional, mas morreu quando era atendido pelos médicos. A vítima tinha uma empresa de ônibus e de aluguel de maquinas pesadas e caminhões. Não há pistas dos assassinos.

No início da noite de ontem, o tatuador Nicanor também foi alvo de pistoleiros e atingido por tiros de pistola 9mm.  "Nico" como era chamado, estava sentado em frente ao estúdio de tatuagem no cruzamento das ruas Marechal Floriano com Baltazar Saldanha quando dois homens chegaram em uma moto e um deles fez vários disparos contra ele. "Nico" ainda tentou correr, mas foi atingido e morreu na hora.

Policiais do Setor de Investigações Gerais (SIG) que investigam os dois casos recolheram imagens das câmeras de segurança do local.

Deixe seu comentário

Leia Também

iptu - dezembro