PolíticaAprovado projeto que institui a gestão democrática na REMEO Projeto de autoria do executivo dispõe sobre a eleição direta para diretores e diretores adjuntos nas escolas da rede municipal
Da redação com CMCGquinta, 17 de maio de 2018 - 16:49

Foi aprovado na sessão desta quinta-feira (17) da Câmara Municipal de Campo Grande o Projeto de Lei 8.877/18, que institui a gestão democrática e dispõe sobre a eleição direta para diretores e diretores adjuntos das unidades escolares e diretores dos centros de educação infantil da Rede Municipal de Ensino (REME).

O Projeto de Lei de autoria do Executivo tem o intuito de incluir os centros de educação infantil da REME como parte integrante do processo democrático de eleição para diretores e diretores adjuntos.

Com a lei aprovada agora as eleições para as unidades de ensino da Reme serão convocadas por edital, publicado no Diário Oficial da Capital (Diogrande). Os atuais diretores e diretores adjuntos em exercício nas unidades de ensino podem candidatar-se ao primeiro pleito eleitoral da Reme.

Os professores estiveram presentes durante a sessão, para acompanhar a votação do Projeto de Lei. Todos estavam vestindo uma camiseta preta em prol da campanha criada pela ACP (Sindicato Campo-Grandense dos Profissionais de Educação Pública) com os dizeres: ELEIÇÕES DIRETAS REME JÁ!

Para o presidente da ACP, Lucílio Souza Nobre, com a aprovação do projeto são pais, professores, funcionários e alunos que escolhem o diretor. “Passando o poder para a comunidade os projetos dos diretores têm início, meio e fim. Nos últimos anos, aconteceram as muitas trocas de secretário e com isso troca de diretores e diretores adjuntos. Isso quebra o trabalho que está sendo desenvolvido porque ele (o diretor) que cuida de tudo está envolvido com todas as partes da escola. Quando você o tira a comunidade perde a referência”, frisou.

Deixe seu comentário

Leia Também

SESC