PolíticaVereadores aprovaram aumento salarial nesta quinta-feiraA proposta agora segue para ser sancionada pelo Executivo
Da redaçãoquinta, 6 de dezembro de 2018 - 13:00

Os parlamentares da capital votaram e aprovaram em regime de urgência o reajuste salarial que, se sancionado pela prefeitura, deverá valer a partir de 2021. A proposta fixa em 75% da remuneração dos deputados estaduais o subsídio dos vereadores, ou seja, os vereadores estão pedindo o teto de 75% do valor do salário dos parlamentares da Assembleia Legislativa.

De acordo com o publicado no site oficial da Câmara o projeto de lei 9.153, da Mesa Diretora, fixa a remuneração dos vereadores para a legislatura 2021/2024. 

Em um cálculo aproximado, o salário do vereadores, que atualmente é de R$ R$ 15 mil, passará para aproximadamente R$ 19 mil.

Ao início do mandato os parlamentares optaram por não reajustar os salários devido a crise econômica municipal. 

Em contato com a assessoria do presidente da Câmara, João Rocha (PSDB), foi dito que essa legislatura tem a obrigação de deixar o reajuste aprovado, assim como foi realizado anteriormente. “No caso, dessa legislatura foi optado por não revogar o subsídio na época de posse. A mesma opção ficará sujeita a próxima, já que não é possível prever como estará a economia do país”.

A proposta de emenda à Lei Orgânica 79/18, foi aprovada, também em urgência. A proposta altera e acrescenta dispositivos na Lei Orgânica do Município de Campo Grande, a qual trata do subsídio do prefeito, vice-prefeito e secretários. Essa proposta, no entanto, terá de ser votada em segunda discussão, após dez dias, seguindo prazo regimental.  

 

Deixe seu comentário

Leia Também

iptu - dezembro