TJ outubro-18 - interna
SaúdeAcre confirma dois casos de sarampo, após quase duas décadas
Da redação com Agência Brasildomingo, 12 de agosto de 2018 - 10:13

Uma menina de nove meses está internada no Hospital da Criança, em Rio Branco, devido a complicações respiratórias em decorrência do sarampo. A segunda pessoa infectada é uma adolescente de 13 anos, do município de Capixaba. Segundo a Secretaria de Saúde do estado, ela já está fora de risco de complicações.

Os dois casos foram confirmados nessa sexta-feira (10), após exames clínicos feitos pelo Laboratório Central de Saúde Pública do Acre. O material ainda será submetido a nova análise da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Mais 14 casos suspeitos da doença estão sob investigação.
 
Há 18 anos, o Acre não registrava nenhum caso de sarampo. O secretário adjunto de Atenção à Saúde, Raicri Barros, alerta que a vacinação é a principal medida para impedir que a doença não se torne um surto no estado.
“O estado está abaixo da cobertura ideal, em torno de 76%, quando o preconizado é 95%. Buscamos, ao longo desse período, expedir orientações, intensificar treinamentos, mas depende essencialmente da sociedade. Identificamos esses casos. É uma situação preocupante, de saúde pública. Sigam as orientações. Procurem uma unidade básica mais próxima. Levem as crianças. Verifiquem as cadernetas. Nas cadernetas vocês não vão encontrar vacina contra sarampo, mas sim a tríplice viral. Poliomelite é outra preocupação", disse Barros.
Público-alvo

Crianças de um a cinco anos são o publico-alvo da vacinação. No Acre, a campanha contra o sarampo começou no dia 30 de julho e mais de 180 postos fixos e móveis estão disponíveis para a população, com mais de 700 profissionais envolvidos. As ações serão intensificadas no próximo sábado (18), Dia D de Vacinação.

A Secretaria de Saúde lembra que a doença é altamente contagiosa e nos primeiros sintomas a pessoa deve ser levada a uma unidade de saúde. Tosse, coriza, inflamação nos olhos, dor de garganta, febre e irritação na pele, com manchas vermelhas, estão entre os principais sintomas.

O Brasil já registra mais de 1.000 casos confirmados de sarampo, a maioria no Amazonas e em Roraima.

Deixe seu comentário

Leia Também

SESC