OpiniãoA influência das emoções e do ambiente na criatividade humana
Sálua OmaisTerça, 10 de Outubro de 2017 - 18:11
A influência das emoções e do ambiente na criatividade humana

A inteligência emocional é definida como a capacidade de se conscientizar, controlar, expressar as emoções e lidar com as relações interpessoais de forma criteriosa e empática. Esta habilidade ou capacidade de inteligência emocional é importante para viver bem e também para a expressão criativa individual, já que as emoções afetam a criatividade muitas vezes mais do que fatores racionais.

Uma característica comum em pessoas criativas, e que também está ligada à inteligência emocional, é a proatividade. Uma pessoa proativa tem uma tendência maior para a ação, para criar, mudar, buscar novas ideias e resolver problemas, assumindo a responsabilidade pessoal e tentando fazer a sua parte, ainda que haja outras pessoas que possam fazer aquela atividade ou tarefa no seu lugar. A pessoa proativa é mais perseverante e insiste mesmo diante das dificuldades, usando formas diferentes e criativas em cada nova tentativa, e se arriscando mais, ao invés de ficar com medo e presa na zona de conforto. Indivíduos proativos são mais propensos a "criar" melhores recursos de trabalho criativamente e enfrentar mais desafios em comparação com pessoas com personalidade mais passiva.

É importante lembrar que a criatividade também está ligada ao ambiente externo. Pessoas criativas experimentam emoções profundas, são sensíveis ao meio ambiente e emocionalmente expressivas. Ambientes onde existe um clima mais cooperativo, encorajador, suporte e apoio a novas ideias, confiança, comunicação aberta e uma estrutura hierárquica com menos rigidez, estimulam muito mais a criatividade e a proatividade. Locais de trabalho estressantes ou engessados, podam o potencial criativo de funcionários, fazendo com que muitos talentos permaneçam inexplorados, o que significa o desperdício de um recurso humano precioso.

Nossas emoções contêm informações essenciais para nos ajudar a experimentar o mundo e é nelas que está a energia que precisamos para agir de forma mais eficaz. Pessoas criativas e proativas, não tem medo do desconhecido, e não aceitam fazer as coisas “do jeito que sempre foram”, mas querem fazer sempre algo diferente do comum e daquilo que as pessoas já estão acostumadas a fazer.

Sálua Omais é Psicóloga com Mestrado em Psicologia da Saúde e Saúde Mental, Master Coach e Trainer Internacional em Psicologia Positiva, Neurossemântica e PNL. É titular do site www.psicotrainer.com.br onde escreve artigos diversos sobre Psicologia Positiva, Coaching e Inteligência Emocional.

Deixe seu comentário

Leia Também

SESC