Menu
Busca domingo, 04 de junho de 2023
(67) 99647-9098
Agronegócio

Programa para produção de alimentos saudáveis será lançado em maio no Brasil

Secretária-executiva do MDA falou em evento da Fiocruz, no Rio

28 março 2023 - 12h14Taynara Menezes - Da Agência Brasil

O Ministério do Desenvolvimento Agrário lançará, em maio, um programa nacional para produção de alimentos saudáveis. Segundo a secretária-executiva da pasta, Fernanda Machiaveli, a política deve ser anunciada junto com a apresentação do Plano Safra deste ano.

"[O programa] terá uma visão de estímulo à produção de um alimento saudável, que vem da agroecologia, da agricultura familiar, que é produzido de forma sustentável e saudável", afirmou Fernanda.

Ela ainda explica que, nos últimos anos, tem se observado a redução da diversificação dos alimentos na agricultura familiar com estímulos, por exemplo, à produção de soja por esse segmento.

De acordo com a secretária-executiva, uma das frentes do programa será o desestímulo ao uso de agrotóxicos no país. "Essa também é uma agenda que a sociedade civil tem nos demandado".

Comissão

Segundo Fernanda, o governo federal está reestruturando a política nacional do setor. Na semana passada, por exemplo, foi criado um grupo de trabalho para a reconstituição da Comissão Nacional de Agroecologia e Produção Orgânica.

"Esse grupo de trabalho técnico, com membros do governo e da sociedade civil, tem até 45 dias para fazer a proposição para a reconstituição dessa nova comissão. Enquanto isso, a gente já se propõe a fazer o debate dos temas que são indispensáveis de serem discutidos e que estavam represados nos últimos seis anos", explicou o secretário-executivo da comissão, Silvio Brasil.

Outra estrutura que está sendo remontada é o comitê interministerial de Agroecologia, que fará sua primeira reunião nesta semana. O diretor-presidente da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), Silvio Porto, explicou que o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), relançado recentemente pelo governo federal, também deverá estimular a produção de alimentos saudáveis com sistemas agroecológicos.

O programa facilita a compra governamental de alimentos produzidos por agricultores familiares e pequenos produtores rurais.

"O [antigo] PAA já fazia um processo de diferenciação de pagamento, com sobrepreço de até 30% em relação aos produtos agroecológicos, numa perspectiva de valorização da incorporação desses alimentos. Há uma tendência de que nós retomemos essa perspectiva para essa valorização."

A secretária nacional de Segurança Alimentar e Nutricional, Lilian Rahal, explica que garantir uma boa nutrição não é apenas comer mais, mas principalmente comer bem. "Às vezes, a pessoa não está com baixo peso, mas está desnutrida. Ela não tem um déficit de peso, mas tem uma deficiência de nutrientes em função da má alimen

Deixe seu Comentário

Leia Também

Agronegócio
Agronegócio realiza a 7ª edição do evento 'Dia do Capataz'
Agronegócio
Setor Agro da Capital tem crescimento de 169% em uma década
Agronegócio
Termina dia 31 o prazo para atualização cadastral e a declaração de rebanhos em MS
Agronegócio
Produção de soja atinge marca histórica de 15 milhões de toneladas em MS
Agronegócio
Febre aftosa: 1ª etapa da campanha de vacinação começa nesta segunda
Agronegócio
Capital terá produção de sêmen suíno e muda de patamar
Agronegócio
Exponantec inicia nesta quinta-feira em Nova Andradina
Agronegócio
Empregos na agropecuária cresceram 63% em MS
Agronegócio
Ministro da Agricultura indica pesquisadora para chefiar Embrapa

Mais Lidas

Polícia
JD1TV: Motociclista tenta desviar de cachorro e morre atropelado na Capital
Economia
Nota MS Premiada: Campo-grandenses levam R$ 75 mil para casa; confira os sortudos
Polícia
JD1TV: Menina de 9 anos é esfaqueada após tentativa de estupro na Capital
Justiça
59 magistrados disputarão STJ