Menu
Busca quinta, 13 de agosto de 2020
(67) 99647-9098
TJMS agosto/20
Agronegócio

Senar/MS realizará programa de incentivo à agricultura sustentável

Programa que atende os produtores rurais tem início previsto para fevereiro

28 janeiro 2020 - 09h15Sarah Chaves, com informações da assessoria

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar/MS) proporcionará para os produtores rurais um novo programa com a metodologia da Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) - o Paisagens Rurais, com início previsto para fevereiro, que atenderá a bovinocultura de corte com foco manejo, conservação e recuperação ambiental produtiva.

O objetivo do programa é promover a conservação ambiental produtiva e práticas ecológicas de agricultura com baixa emissão de carbono. A estimativa é que na primeira turma da iniciativa tenha em média 200 produtores interessados

De acordo com o coordenador técnico do programa, Fabiano Pessatti, a especialização  irá orientar os alunos ao manejo sustentável integrado. “A equipe técnica do Senar/MS dará orientações quanto ao uso das práticas de agricultura sustentável, incluindo a Integração Lavoura Pecuária e Floresta (ILPF) e recuperação de pastagens degradadas, promovendo o planejamento do uso da terra, conciliando produção agrícola com conservação da biodiversidade”, explicou.

A novidade está no Indicador de Sustentabilidade Ambiental (ISA), instrumento que leva em consideração fatores econômicos, sociais, de gestão, capacidade produtiva do solo, qualidade da água, manejo dos sistemas de produção, ecologia, entre outros, em uma escala de 0,0 a 1,0.

“A partir de alguns critérios de impacto ambiental, os técnicos farão um diagnóstico da propriedade e darão orientações com o objetivo de elevar os indicadores. O ideal é que a régua do índice marque acima de 0,7”, detalha Fabiano.

A iniciativa contemplará especificamente o Rio Anhanduí e Rio Pardo, que inclui os municípios de Campo Grande, Camapuã, Jaraguari, Bandeirantes, Sidrolândia, Terenos, Rochedo, Nova Alvorada do Sul, Nova Andradina, Anaurilândia, Bataguassu, Santa Rita do Pardo, Brasilândia e Ribas do Rio Pardo.

Os interessados que possuem propriedade nesta área, devem ter Cadastro Ambiental Rural (Car), ativo e procurar o sindicato rural do município e solicitar mais informações do programa, que é totalmente gratuito.

Senar - agosto2020

Deixe seu Comentário

Leia Também

Agronegócio
AO VIVO – Tereza Cristina fala sobre agronegócio brasileiro em escala global
Agronegócio
Ministério autoriza LabSenai Sementes a analisar forrageiras e feijão
Agronegócio
Exportação de carne de aves dispara em MS
Agronegócio
Brasil participa de reunião para definir estratégia contra nuvem de gafanhotos
Agronegócio
Estado cria comitê para monitorar nuvem de gafanhotos da Argentina
Agronegócio
Frente fria muda direção de nuvem de gafanhotos que se aproximava do Brasil
Agronegócio
Tereza Cristina diz que Ministério monitora "nuvem de gafanhotos"
Agronegócio
Nuvem de gafanhotos chega à Argentina e se aproxima do Brasil
Agronegócio
Em MS, vazio sanitário da soja tem início nesta segunda
Agronegócio
Segundo produtor de grãos do país, Paraná tem pior seca em 30 anos

Mais Lidas

Polícia
AO VIVO – Servidor desviava materiais da Sefaz para vender
Saúde
Coronavírus mata mais 12 e infecta novas 1.050 pessoas em MS
Educação
Ministério Público retoma tratativas para "volta às aulas" nesta quinta
Polícia
Vendedor de botina é preso com 200 kg de maconha em fundo falso de veículo