Menu
Busca sábado, 25 de janeiro de 2020
(67) 99647-9098
Perkal Topo - janeiro-20
Agronegócio

Sindicato Rural colhe assinaturas de produtores insatisfeitos com o setor

A insatisfação envolve os produtores de leite

19 maio 2019 - 14h22Joilson Francelino, com informações da assessoria

Desde quinta-feira (16) o Sindicato Rural de Campo Grande, Rochedo e Corguinho (SRCG), coleta assinaturas de produtores de leite, afetados pelo desempenho do setor. O diretor da entidade e vice-presidente do Conselho Paritário de Produtores e Indústrias do Leite em Mato Grosso do Sul (Conseleite), Wilson Igi, afirma que o objetivo é reunir o máximo de assinaturas, de pessoas que concordam com o documento elaborado pelo Conselho, que será entregue ao Governo do Estado.

“Nos reunimos no início deste mês com a finalidade de alinharmos as principais queixas do setor que está diminuindo ano a ano sua captação. Fizemos isso ao verificarmos a necessidade de uma atitude urgente e evitarmos que o número de abandono da atividade se multiplique”, relata Igi.

Entre as justificativas o documento aponta que os motivos que levam à “desidratação” do setor lácteo, estão: o ICMS maior que outros Estados para as operações interestaduais, dificultando o escoamento da produção; o alto custo de captação do leite, em razão das estradas mal conservadas, do alto custo do diesel no estado e da pouca quantidade de leite transportada (litros de leite por quilômetro rodado); a ociosidade das indústrias, agravada pela sazonalidade acentuada da produção, entre outros pontos.

E para reverter a dinâmica o setor solicita ao Governo do Estado de MS o total de 15 itens, sendo os quatro primeiros:

1.Aprovar e regulamentar os programas de incentivo fiscal para aquisição de insumos e tecnologia, para a produção leiteira;

2.Manter a isonomia tributária na concessão de benefícios fiscais para indústrias do Estado;

3.Reduzir a alíquota do ICMS interestadual dos derivados lácteos para 3%, sendo 1% para um fundo de desenvolvimento da bovinocultura de leite e equiparação do ICMS do leite spot com os estados vizinhos;

4.Ativar o Centro de Referência do leite em Aquidauana para a cadeia produtiva do leite.

Para assinar o documento basta o produtor comparecer à sede do Sindicato Rural de Campo Grande e registrar o apoio ao documento. O SRCG está localizado na Rua Raul Pires Barbosa, 116, bairro Miguel Couto.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Agronegócio
Fundos investe mais de R$1 bi nos pequenos produtores rurais de MS
Agronegócio
Exportações de Mato Grosso do Sul chegam a R$ 20 bilhões em 2019
Agronegócio
Jorge Matsuda morre vítima de um câncer
Agronegócio
Campanha de vacinação contra febre aftosa será prorrogada em algumas cidades
Agronegócio
Hinove Agrociência abre fábrica de 100 mil m² em Rio Brilhante
Agronegócio
Tereza Cristina assina convênio para "impulsionar o AgroNordeste"
Agronegócio
Atraso na plantação de soja deixa produtores em alerta
Agronegócio
Governo aprova plano para introdução de agricultura sustentável

Mais Lidas

Saúde
Fumacê contra a dengue começa a passar por bairros da Capital
Geral
Energisa abre exposição de energia elétrica no Pátio Central
Polícia
'Operação Laburu' tem 1ª ação no antigo terminal rodoviário da capital
Geral
Vídeo - Motociclista toma “banho de merda” na Ernesto Geisel