Menu
Busca sábado, 24 de agosto de 2019
(67) 99647-9098
Agronegócio

Sindicato Rural colhe assinaturas de produtores insatisfeitos com o setor

A insatisfação envolve os produtores de leite

19 maio 2019 - 14h22Joilson Francelino, com informações da assessoria

Desde quinta-feira (16) o Sindicato Rural de Campo Grande, Rochedo e Corguinho (SRCG), coleta assinaturas de produtores de leite, afetados pelo desempenho do setor. O diretor da entidade e vice-presidente do Conselho Paritário de Produtores e Indústrias do Leite em Mato Grosso do Sul (Conseleite), Wilson Igi, afirma que o objetivo é reunir o máximo de assinaturas, de pessoas que concordam com o documento elaborado pelo Conselho, que será entregue ao Governo do Estado.

“Nos reunimos no início deste mês com a finalidade de alinharmos as principais queixas do setor que está diminuindo ano a ano sua captação. Fizemos isso ao verificarmos a necessidade de uma atitude urgente e evitarmos que o número de abandono da atividade se multiplique”, relata Igi.

Entre as justificativas o documento aponta que os motivos que levam à “desidratação” do setor lácteo, estão: o ICMS maior que outros Estados para as operações interestaduais, dificultando o escoamento da produção; o alto custo de captação do leite, em razão das estradas mal conservadas, do alto custo do diesel no estado e da pouca quantidade de leite transportada (litros de leite por quilômetro rodado); a ociosidade das indústrias, agravada pela sazonalidade acentuada da produção, entre outros pontos.

E para reverter a dinâmica o setor solicita ao Governo do Estado de MS o total de 15 itens, sendo os quatro primeiros:

1.Aprovar e regulamentar os programas de incentivo fiscal para aquisição de insumos e tecnologia, para a produção leiteira;

2.Manter a isonomia tributária na concessão de benefícios fiscais para indústrias do Estado;

3.Reduzir a alíquota do ICMS interestadual dos derivados lácteos para 3%, sendo 1% para um fundo de desenvolvimento da bovinocultura de leite e equiparação do ICMS do leite spot com os estados vizinhos;

4.Ativar o Centro de Referência do leite em Aquidauana para a cadeia produtiva do leite.

Para assinar o documento basta o produtor comparecer à sede do Sindicato Rural de Campo Grande e registrar o apoio ao documento. O SRCG está localizado na Rua Raul Pires Barbosa, 116, bairro Miguel Couto.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Agronegócio
Safra de milho em MS deve superar previsões iniciais de recorde
Agronegócio
Nordeste ganha plano de ação para o desenvolvimento da agropecuária
Agronegócio
Produção de milho no MS deve chegar a 11 milhões de toneladas este ano
Agronegócio
IBGE: cresce abate de bovinos, suínos e frangos
Agronegócio
No ápice, celulose responde por 60% das exportações do MS
Agronegócio
Declaração do Imposto Rural começa nesta segunda-feira
Agronegócio
Novas estradas trarão avanço para pecuária do pantanal
Agronegócio
Temos condições de avançar ainda mais, afirma presidente do Sindicato Rural
Agronegócio
"Agricultura vem carregando o Brasil nos últimos tempos" diz Tereza Cristina
Agronegócio
Bonito sediará reunião do BRICS em setembro

Mais Lidas

Geral
Confira a lista de sorteados cadastrados na EMHA
Polícia
Rapaz é contratado por aplicativo para fazer corrida e desaparece
Geral
Vereador e filho são encontrados mortos a tiros dentro de casa
Oportunidade
Processo Seletivo do Senar/MS tem salários que chegam a R$ 6,5 mil