Menu
Menu
Busca quarta, 17 de julho de 2024
Secovi - Julho24
Brasil

Álcool causa 2,6 milhões de mortes todos os anos no mundo, afirma OMS

Os dados mostram que a maior proporção de mortes atribuídas ao álcool, em 2019, era na faixa etária dos 20 aos 39 anos

25 junho 2024 - 14h40Brenda Leitte, com Agência Brasil

O consumo de álcool é responsável por 2,6 milhões de mortes todos os anos no mundo – 4,7% de todas as mortes no planeta. Já o uso de drogas psicoativas responde por 600 mil mortes anualmente. Os números foram divulgados nesta terça-feira (25), pela OMS (Organização Mundial da Saúde).

Dados do Relatório Global sobre Álcool, Saúde e Tratamento de Transtornos por Uso de Substâncias mostram ainda que 2 milhões de mortes por consumo de álcool e 400 mil mortes por uso de drogas são registradas entre homens. O estudo tem como base informações de saúde pública referentes ao ano de 2019.

A estimativa da OMS é que 400 mil pessoas viviam com desordens relacionadas ao consumo de álcool e ao uso de drogas nesse período, sendo 209 milhões classificadas como dependentes de álcool. A entidade destaca que o uso de substâncias prejudica severamente a saúde do indivíduo, aumentando o risco de doenças crônicas e resultando em milhões de mortes preveníveis.

“Coloca um fardo pesado sobre as famílias e as comunidades, aumentando a exposição a acidentes, lesões e violência”, destacou o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus.

“Para construir uma sociedade mais saudável e mais equitativa, devemos comprometer-nos urgentemente com ações ousadas que reduzir as consequências negativas para a saúde e sociais do consumo de álcool e tornar o tratamento para transtornos por uso de substâncias acessível”.

O relatório destaca ainda a necessidade urgente de acelerar ações a nível global para alcançar a meta estabelecida por meio dos ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável) de, até 2030, reduzir o consumo de álcool e drogas e ampliar o acesso a tratamento de qualidade para transtornos causados pelo uso de substâncias.

Prejuízos à saúde

De acordo com a OMS, a maioria das mortes por consumo de álcool ocorre na Europa e na África, sendo que as taxas de mortalidade por litro de álcool consumido são mais elevadas em países de baixa renda e menores em países de alta renda.

De todas as mortes atribuídas ao álcool em 2019, cerca de 1,6 milhões aconteceram por doenças crônicas não transmissíveis, sendo 474 mil por doenças cardiovasculares e 401 mil por câncer. Outras 724 mil foram decorrentes de ferimentos causados por acidentes de trânsito, automutilação e casos de violência.

Por fim, 284 mortes foram associadas a doenças crônicas transmissíveis. Segundo a entidade, foi demonstrado que o consumo de álcool aumenta o risco de infecção por HIV em razão da maior probabilidade de sexo desprotegido, além de aumentar o risco de infecção e morte por tuberculose por suprimir uma ampla gama de respostas imunológicas.

Os dados mostram que a maior proporção (13%) de mortes atribuídas ao álcool, em 2019, foi registrada na faixa etária dos 20 aos 39 anos.

 

JD1 No Celular

Acompanhe em tempo real todas as notícias do Portal, clique aqui e acesse o canal do JD1 Notícias no WhatsApp. Tenha em seu celular o aplicativo do JD1 no IOS ou Android.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Com ritmo atual, universalização do saneamento ocorrerá em 2070
Brasil
Com ritmo atual, universalização do saneamento ocorrerá em 2070
Nego Di
Brasil
Influenciador Nego Di é preso por golpe de R$ 5 milhões
Imagem Ilustrativa
Brasil
CNJ pede explicações após Justiça negar aborto legal a adolescente estuprada de 13 anos
Polícia segue com operações para desmantelar grupos criminosos
Brasil
PF investiga grupo que usava sistema da Abin para espionagem
Banco Central investiga vazamento de dados de chaves Pix na 99Pay
Geral
Banco Central investiga vazamento de dados de chaves Pix na 99Pay
Lula e Paulo Pimenta - que era ministro da Secom
Justiça
TCU barra licitação da Secom por fatos de 'extrema gravidade'
Banco Central comunica vazamento de dados de 39 mil chaves Pix
Brasil
Banco Central comunica vazamento de dados de 39 mil chaves Pix
Foto: Saulo Cruz/Agência Senado
Brasil
Senado aprova suspensão de pagamento de dívidas de aposentados no RS
Votação na Câmara dos Deputados
Brasil
Câmara aprova urgência de texto sobre impostos da reforma tributária
Imagem Ilustrativa /
Justiça
CNJ desenvolve ferramenta para agilizar autorizações de viagens de crianças e adolescentes

Mais Lidas

Casa da Mulher Brasileira, a Deam
Polícia
Miojinho? Homem surta após 'g0zAr rápido' durante swing com esposa e amigos no Colúmbia
Próximos dias serão quentes
Clima
Até logo, frio! Temperaturas voltam a subir e Capital deve registrar 30ºC esta semana
JD1TV: Motociclistas são socorrido em estado gravíssimo após acidente em Bandeirantes
Polícia
JD1TV: Motociclistas são socorrido em estado gravíssimo após acidente em Bandeirantes
Tempo amanheceu bem nublado e frio em Campo Grande
Clima
Frio continua pela manhã e máximas começam a subir em MS