Menu
Menu
Busca sexta, 12 de julho de 2024
Secovi - Julho24
Brasil

Câmara aprova e 'imposto das blusinhas' vai à sanção presidencial

A Casa manteve 11 emendas do Senado que alteraram o texto aprovado originalmente pelos deputados

12 junho 2024 - 11h52Sarah Chaves, com informações da Agência Brasil

A votação do projeto de lei que cria incentivos para a fabricação de veículos menos poluentes (Projeto Mover) foi concluída na terça-feira (11) junto com a emenda que taxa as compras internacionais de até US$ 50. O projeto 914/24 foi aprovado por 380 votos contra 26. Com isso, o texto segue para sanção presidencial.

Durante a tramitação do projeto Mover na Câmara dos Deputados, foi incluída a taxação de 20% sobre as compras realizadas no exterior de até US$ 50 (cerca de R$ 250), que atualmente são isentas de imposto de importação. De US$ 50 a US$ 3 mil (cerca de R$ 15 mil), o imposto será de 60%, com desconto de US$ 20 sobre o tributo a pagar.

Medida atinge compras em sites internacionais, especialmente do Sudeste Asiático, como Shopee, AliExpress e Shein.

A Câmara manteve 11 emendas do Senado que alteraram o texto aprovado originalmente pelos deputados. Entre elas, a que excluiu as regras com exigência de conteúdo local para empresas de exploração de petróleo e a que excluiu a previsão de incentivo à produção de bicicletas.

Originalmente apresentado pelo governo federal, o projeto prevê R$ 19,3 bilhões em incentivos, durante cinco anos, e redução de impostos para pesquisas e desenvolvimento de tecnologias e produção de veículos que emitam menos gases do efeito estufa, responsáveis pelo aquecimento da terra e mudanças climáticas.

O relator da matéria, deputado Átila Lira (PP-PI), defendeu que as mudanças do Senado contribuíram para o aperfeiçoamento do texto. 

“Por meio do programa Mover e do fim da isenção de pequenas compras por remessa postal, teremos um incentivo para a produção nacional e para o desenvolvimento tecnológico e ambiental, com repercussão evidente na geração de emprego e renda em nosso país”, disse.

 

Reportar Erro
Digix - Julho24

Deixe seu Comentário

Leia Também

Imagem Ilustrativa
Brasil
CNJ pede explicações após Justiça negar aborto legal a adolescente estuprada de 13 anos
Polícia segue com operações para desmantelar grupos criminosos
Brasil
PF investiga grupo que usava sistema da Abin para espionagem
Banco Central investiga vazamento de dados de chaves Pix na 99Pay
Geral
Banco Central investiga vazamento de dados de chaves Pix na 99Pay
Lula e Paulo Pimenta - que era ministro da Secom
Justiça
TCU barra licitação da Secom por fatos de 'extrema gravidade'
Banco Central comunica vazamento de dados de 39 mil chaves Pix
Brasil
Banco Central comunica vazamento de dados de 39 mil chaves Pix
Foto: Saulo Cruz/Agência Senado
Brasil
Senado aprova suspensão de pagamento de dívidas de aposentados no RS
Votação na Câmara dos Deputados
Brasil
Câmara aprova urgência de texto sobre impostos da reforma tributária
Imagem Ilustrativa /
Justiça
CNJ desenvolve ferramenta para agilizar autorizações de viagens de crianças e adolescentes
Juiz não pode converter prisão em flagrante em preventiva sem requerimento, diz STJ
Justiça
Juiz não pode converter prisão em flagrante em preventiva sem requerimento, diz STJ
Imagem Ilustrativa /
Brasil
Cartórios terão até 60 dias para notificar prefeituras sobre alterações na titularidade de imóveis

Mais Lidas

Tempo amanheceu nublado e característico de frio
Clima
Nova frente fria desembarca em MS trazendo ainda mais instabilidade
O caso foi registrado na Depac Cepol em Campo Grande
Justiça
Juiz determina que Cepol receba flagrantes de tráfico de drogas
Caso foi registrado na Depac Cepol, em Campo Grande
Polícia
Jovem denuncia ameaças sobre cobranças e agiota é preso em Campo Grande
Clima ficará ameno com a passagem da frente fria
Clima
Frio se mantém mesmo com máximas voltando a subir em MS nesta quinta-feira