Menu
Busca quinta, 04 de março de 2021
(67) 99647-9098
Brasil

Cidades podem interromper campanha por falta de vacinas contra covid-19

Rio de Janeiro confirmou interrupção nesta terça

16 fevereiro 2021 - 08h37Gabrielly Gonzalez

Pelo menos sete capitais brasileiras já relataram preocupação com o fim dos estoques de vacinas contra a covid-19 e a possível suspensão das campanhas de vacinação para pessoas que não receberam a primeira dose. Na segunda-feira (15), o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, confirmou a interrupção da campanha a partir desta terça-feira (16).

"Recebi a notícia de q ñ chegaram novas doses. Teremos que interromper amanhã nossa campanha. Hj vacinamos pessoas de 84 anos e amanhã de 83. Estamos prontos e já vacinamos 244.852 pessoas. Só precisamos q a vacina chegue. Nova leva deve chegar do Butantan na próxima semana", escreveu em sua conta no Twitter.

Para a CNN, o secretário municipal de Saúde do Rio, Daniel Soranz, afirmou que as 50 mil doses da vacina contra a Covid-19 reservadas pela pasta não serão utilizadas, neste momento, para dar continuidade ao calendário de imunização na capital. Elas estão reservadas para a aplicação da segunda dose de quem já recebeu a primeira. A orientação é que a partir de quarta-feira (17), só devem ir aos postos de saúde quem está marcado para tomar a segunda dose.

A situação da Capital do Rio de Janeiro se repete em outras cidades, como Niterói (RJ), São Gonçalo (RJ), Salvador (BA), Juazeiro do Norte (BA) e Ourinhos (SP).

Já um levantamento, feito pelo jornal O Estado de S. Paulo, aponta que a falta de vacinas também atinge Florianópolis e Curitiba. Na capital do Paraná, a prefeitura estima que as doses disponíveis devem durar somente até amanhã (17). A mesma situação atinge Cuiabá, Aracaju e Natal.

Em Salvador, as autoridades suspenderam a vacinação de agentes de saúde e alteraram o cronograma de imunização de idosos, aplicando doses apenas para maiores de 84 anos. Não há mais previsão para vacinação em pessoas de 80 a 83 anos. 

De acordo com números compilados por um consórcio de veículos de mídia com base em dados das secretarias estaduais de Saúde, ainda há 6,53 milhões de doses prontas para uso no Brasil. No entanto, 70% delas devem ser aplicadas em quem já tomou a primeira dose.

Desta forma, se mantido o ritmo atual de imunização, de cerca de 250 mil doses por dia, o estoque se esgotaria em quatro dias para novos vacinados. Assim, até a chegada das novas doses previstas, o país ficaria apenas aplicando a segunda dose em que já recebeu a primeira.

Na Europa, no fim de janeiro, países também sofreram atrasos e frearam a vacinação devido à demora na entrega de vacinas pelas farmacêuticas.

 

Peniel - amigos da pizza

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil
Avião com vacinas bate em jumento no aeroporto
Brasil
Saúde inicia entrega de 2,5 milhões de doses da Coronavac aos Estados
Brasil
Brasil tem 1.726 mortes por covid em 24h: novo recorde
Brasil
Justiça de SP quebra sigilo bancário do apóstolo Valdemiro Santiago
Brasil
Ministério da Economia tem novo secretário de governança de estatais
Brasil
Após pressão, votação da PEC Emergencial é adiada para terça-feira
Brasil
Idosa é encontrada em gruta dez dias após desaparecer
Brasil
Auxílio emergencial e criptomoedas deverão ser declarados no IR
Brasil
Após ser afastada da Câmara, Flordelis é internada
Brasil
Mais de 6 milhões de brasileiros já foram vacinados contra a Covid-19

Mais Lidas

Polícia
Jacaré é capturado dando 'rolê' em cidade de MS
Internacional
Estados Unidos inicia vacinação contra a Covid-19 em Nova York
Polícia
Morador de rua tenta matar desafeto a pauladas no interior do Estado
Polícia
Briga por capacete acaba em tentativa de homicídio