Menu
Busca quinta, 20 de fevereiro de 2020
(67) 99647-9098
tj ms topo
Brasil

Eleitores têm até maio para regularizar títulos cancelados

O eleitor que não regularizar a situação no prazo, ficará impedido de votar, tirar passaporte e exercer função em cargos públicos

13 fevereiro 2020 - 15h38Sarah Chaves, com informações da assessoria

O prazo para eleitores regularizarem a situação de títulos cancelados vai até dia 6 de maio. Após o período, quem não estiver em dia com o documento, não poderá votar nas eleições municipais de outubro, quando serão eleitos prefeitos, vice-prefeitos e vereadores nos 5.568 municípios do país.

Em 2019, cerca de 2,4 milhões de títulos foram cancelados porque os eleitores deixaram de votar e justificar ausência por três eleições seguidas. Para a Justiça Eleitoral, cada turno equivale a uma eleição.

Para regularizar o título, o cidadão deve comparecer ao cartório eleitoral próximo a sua residência, preencher o Requerimento de Alistamento Eleitoral (RAE) e apresentar um documento oficial com foto. Além disso, será cobrada uma multa de R$ 3,51 por turno que o eleitor deixou de comparecer. O prazo para fazer a solicitação termina no dia 6 de maio, último dia para emissão do título e alteração de domicílio eleitoral antes das eleições.

O cidadão que teve o título cancelado, além de não votar, fica impedido de tirar passaporte, tomar posse em cargos públicos, fazer matrícula em universidades públicas, entre outras restrições.

A situação de cada eleitor pode ser verificada no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O primeiro turno será realizado no dia 4 de outubro. Se necessário, o segundo turno será no dia 25 do mesmo mês. Cerca de 146 milhões de eleitores estarão aptos a votar. 

Jacarezão

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil
Ninguém acerta e Mega-Sena acumula em R$ 190 mi
Brasil
Morre, aos 83 anos, o “Zé do Caixão”
Brasil
Cid Gomes é baleado no Ceará
Brasil
Lula e Alcolumbre devem se reunir nesta quarta para falar sobre política
Brasil
Possível ganhador da Mega poderá ter R$ 440 mil, por mês, o resto da vida
Brasil
Secretário descarta privatizar Petrobras, Caixa e Banco do Brasil
Brasil
Intenção de consumo das famílias sobe em fevereiro, diz CNC
Brasil
Defesa de Rose diz que suposto namorado de Gugu quer tumultuar
Brasil
MS configura lista de Estados com diminuição na taxa de desemprego
Brasil
CCJ aprova proibição de venda de veículos movidos a combustíveis fósseis

Mais Lidas

Geral
Maria, que estava desaparecida, entra em contato com a família
Geral
Deputado quer instituir “Dia da Assembleia de Deus” no MS
Polícia
Jovem é encontrado morto com corte no pescoço
Polícia
Criança é brutalmente agredida durante “esconde-esconde”