Menu
Busca sexta, 30 de outubro de 2020
(67) 99647-9098
TJMS outubro20
Brasil

Estudo do Ipea mostra que 65% da população usam transporte público

05 maio 2011 - 05h39Arquivo

Um estudo divulgado hoje (4) pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) aponta que 65% da população das capitais usam transporte público para se deslocar. Esse percentual cai para 36% nas cidades que não são capitais. Apenas 2,85% da população residente em capitais se locomovem a pé no dia a dia. Já nas outras cidades, esse percentual sobe para 16,63%.

A bicicleta é o meio de transporte de 3,22% das pessoas que vivem nas capitais. Nas outras cidades, esse percentual é de 8,45%. A moto é usada por 5,5% da população que vive nas capitais e por 15% nas demais cidades. Em todos os municípios brasileiros, 23% da população adotam o carro como meio de transporte.

O estudo sobre mobilidade urbana faz parte de uma série chamada Sistema de Indicadores de Percepção Social (SIPS). A partir deste e de outros estudos, o órgão poderá propor medidas mais adequadas para cada tipo de região. E, também, deixar a população mais esclarecida sobre os serviços e as possibilidades de transporte que são oferecidos.

Uma das conclusões à que chegou o Ipea é a tendência de se alcançar melhores resultados a partir de investimentos em corredores de ônibus e metrôs, aliados a políticas tarifárias que permitam ampliar o número de usuários de transporte público.

A pesquisa perguntou que motivo faria os não usuários de transporte público a passar a fazer uso dele. A maior rapidez do transporte público foi a resposta mais apresentada pelos usuários de bicicleta, carro e moto. Para quem se locomove a pé, a resposta está ligada à questão da disponibilidade desse tipo de meio de transporte.

Os motivos mais indicados pelos pedestres para terem optado por andar a pé são a saúde e a rapidez. No entanto, eles afirmam predominantemente que passariam a usar o transporte público caso houvesse maior disponibilidade, fosse mais barato e também mais rápido. Para o pedestre, estas duas últimas características são necessárias para se ter um bom transporte.

No uso do transporte individual motorizado (carro e moto), quem utiliza o primeiro ressalta o motivo do conforto e a comodidade, enquanto os que optam pela moto justificam sua escolha devido ao preço. Mas ambos consideram a rapidez como o fator de maior importância.

Com informações da Agência Brasil.

CertFica

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil
Jovem que estava desaparecido a 24 dias é encontrado com vida
Brasil
Vídeo: em caminhonete, empresário arrasta morador de rua até a morte
Brasil
Estados que sofrem com facções terão forças armadas nas eleições
Brasil
Lula perde sogra para o coronavírus
Brasil
Vídeo: Homem é pego 'transando' com égua e apanha da dona do animal
Brasil
Governo autoriza a importação de gás da Bolívia pela Petrobras
Brasil
Burro fica suspenso em carroça com excesso de tijolos como carga
Brasil
“Esse preto não vai entrar no meu condomínio”, hamburgueria expõe caso de racismo
Brasil
Vídeo: Incêndio atinge o Hospital Federal de Bonsucesso no RJ
Brasil
Paraquedista morre durante salto no interior de São Paulo

Mais Lidas

Política
"Ele fechou a mão duas vezes para me bater", diz candidata sobre Kemp
Polícia
'Benzedeira' faz extorsão e ameaça vítima de morte dizendo ser do PCC
Polícia
PRF intensifica fiscalização nas BR's de MS no feriadão de Finados
Economia
Dólar perde força ao longo do dia, mas fecha em alta novamente