Menu
Busca domingo, 11 de abril de 2021
(67) 99647-9098
Governo Balada - topo - abril21
Brasil

Estudo do Ipea mostra que 65% da população usam transporte público

05 maio 2011 - 05h39Arquivo

Um estudo divulgado hoje (4) pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) aponta que 65% da população das capitais usam transporte público para se deslocar. Esse percentual cai para 36% nas cidades que não são capitais. Apenas 2,85% da população residente em capitais se locomovem a pé no dia a dia. Já nas outras cidades, esse percentual sobe para 16,63%.

A bicicleta é o meio de transporte de 3,22% das pessoas que vivem nas capitais. Nas outras cidades, esse percentual é de 8,45%. A moto é usada por 5,5% da população que vive nas capitais e por 15% nas demais cidades. Em todos os municípios brasileiros, 23% da população adotam o carro como meio de transporte.

O estudo sobre mobilidade urbana faz parte de uma série chamada Sistema de Indicadores de Percepção Social (SIPS). A partir deste e de outros estudos, o órgão poderá propor medidas mais adequadas para cada tipo de região. E, também, deixar a população mais esclarecida sobre os serviços e as possibilidades de transporte que são oferecidos.

Uma das conclusões à que chegou o Ipea é a tendência de se alcançar melhores resultados a partir de investimentos em corredores de ônibus e metrôs, aliados a políticas tarifárias que permitam ampliar o número de usuários de transporte público.

A pesquisa perguntou que motivo faria os não usuários de transporte público a passar a fazer uso dele. A maior rapidez do transporte público foi a resposta mais apresentada pelos usuários de bicicleta, carro e moto. Para quem se locomove a pé, a resposta está ligada à questão da disponibilidade desse tipo de meio de transporte.

Os motivos mais indicados pelos pedestres para terem optado por andar a pé são a saúde e a rapidez. No entanto, eles afirmam predominantemente que passariam a usar o transporte público caso houvesse maior disponibilidade, fosse mais barato e também mais rápido. Para o pedestre, estas duas últimas características são necessárias para se ter um bom transporte.

No uso do transporte individual motorizado (carro e moto), quem utiliza o primeiro ressalta o motivo do conforto e a comodidade, enquanto os que optam pela moto justificam sua escolha devido ao preço. Mas ambos consideram a rapidez como o fator de maior importância.

Com informações da Agência Brasil.

APP JD1_apple

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil
Vídeo: Advogado 'esquece' câmera ligada e aparece tomando banho em sessão
Brasil
CNH passará a valer por 10 anos a partir da próxima segunda-feira; confira
Brasil
Covid: Brasil registra 4.249 mortes em 24h e bate novo recorde
Brasil
Caiu: Instagram e Facebook ficam fora do ar mais uma vez
Brasil
Governo anuncia mais 4,4 milhões de vacinas
Brasil
População abaixo da linha da pobreza triplica no Brasil, aponta levantamento
Brasil
Senado quer proibir tributos para vacinas
Brasil
Longen vê reajuste do gás natural como prejudicial para empresas
Brasil
Bolsonaro descarta lockdown nacional
Brasil
Agência bancária é assaltada e criminosos fazem servidores como reféns

Mais Lidas

Polícia
Jacaré é capturado dando 'rolê' em cidade de MS
Internacional
Estados Unidos inicia vacinação contra a Covid-19 em Nova York
Polícia
Morador de rua tenta matar desafeto a pauladas no interior do Estado
Polícia
Briga por capacete acaba em tentativa de homicídio