Menu
Busca quinta, 16 de setembro de 2021
(67) 99647-9098
TJMS setembro21
Brasil

Fábrica para construção do primeiro submarino brasileiro será inaugurada

01 março 2013 - 10h56Prosub

Será inaugurada nesta sexta-feira (1º) a Unidade de Fabricação de Estruturas Metálicas (Ufem), que consiste na primeira parte da infraestrutura que vai capacitar o país a construir e manter, em território nacional, submarinos convencionais e a propulsão nuclear. A fábrica será inaugurada pela presidenta Dilma Rousseff, em Itaguai (RJ).

A unidade é parte importante do Programa de Desenvolvimento de Submarinos (PROSUB).  Sua execução atende às diretrizes estabelecidas na Política e na Estratégia Nacional de Defesa de reaparelhamento e modernização dos meios e equipamentos das Forças Armadas brasileiras. As obras da Ufem começaram há cerca de três anos.

O PROSUB  decorre de cooperação entre Brasil e França e prevê a fabricação de cinco submarinos. Desses, quatro serão convencionais, a propulsão diesel-elétrica, e um a propulsão nuclear, com tecnologia inteiramente nacional.

Além de dotar o país de mais capacidade militar para vigilância de suas águas oceânicas, o Programa reforçará a indústria de construção naval brasileira, gerando nove mil empregos diretos e outros 32 mil postos indiretos. O investimento que inclui a etapa de construção da Ufem, do estaleiro e da base naval que abrigará os submarinos será de R$ 7,8 bilhões, com desembolsos até 2017.

Construção de submarinos
O processo de construção dos submarinos tem início na Nuclebrás Equipamentos Pesados S.A (Nuclep), que já se encontra preparada para a fabricação das seções do casco externo do submarino, que deve ser resistente à pressão da profundidade do mar.

Em seguida, as seções são transferidas para a Ufem, contígua à Nuclebrás, onde recebem as estruturas, equipamentos e componentes internos. Após esse trabalho, as seções são deslocadas para o estaleiro, também situado nas proximidades, local em que se realiza o acabamento final e a união das seções. Uma vez finalizada esta etapa, o submarino é, então, submetido às chamadas provas de cais e de mar.

O prazo para o término do estaleiro é dezembro de 2014; o da base naval, 2017. O primeiro dos quatro submarinos convencionais, cuja fabricação estará prontificada em 2015, será entregue para operação em 2017, após os inúmeros testes a que será submetido. Os outros três submarinos convencionais serão entregues em intervalos de 18 meses. Já o primeiro submarino a propulsão nuclear será prontificado em 2023 e passará por cerca de dois anos em testes no mar antes de entrar em operação.

Parceria estratégica
O PROSUB é, hoje, o mais importante projeto em desenvolvimento pela Marinha, e resulta de uma parceria estratégica firmada em 2008 entre Brasil e França. Essa integração prevê a transferência de tecnologia e a formação de consórcios entre empresas dos dois países, para atender aos objetivos estratégicos comuns.

Assim, a DCNS, empresa francesa contratada para transferir tecnologia, formou, com a construtora brasileira Odebrecht, o Consórcio Baía de Sepetiba, destinado à construção do estaleiro para fabricar os submarinos e da base naval para apoiá-los.

Via Portal Brasil

Unica - inverno

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil
Bebê é picado por cobra jararaca no quintal da avó
Vídeos
Vídeo: Inês Brasil é ‘expulsa’ de “A Fazenda” e viraliza nas redes sociais
Brasil
Sortudo pode levar prêmio de R$ 3 milhões hoje
Brasil
Pelé tem alta da UTI e segue em recuperação
Brasil
Vídeo - Unidos pelo crime: Casal é flagrado assaltando a farmácia Pague Menos
Brasil
Correios fazem leilão de 61 mil objetos
Brasil
Fiocruz retoma entrega de vacinas da AstraZeneca com 1,7 milhão de doses
Brasil
Covid: Universidade aponta que Brasil registra menor taxa de transmissão em 2021
Brasil
Justiça autoriza Suzane Richthofen a sair da prisão para estudar
Brasil
Vacina em spray contra a Covid-19 pode estar disponível até 2022

Mais Lidas

Polícia
Corpo é encontrado esquartejado em sacos de lixo
Geral
Ao vivo: Bebê transmite mãe tomando banho no Facebook
Polícia
Jovem é presa por morder enfermeira na UPA do Coronel Antonino
Polícia
Mulher agredida com barra de ferro em espetinho no Aero Rancho contesta versão dada pelo dono