Menu
Busca quarta, 11 de dezembro de 2019
(67) 99647-9098
TJMS Dezembro-19
Brasil

Futura ministra quer aprovação do “Estatuto do Nascituro”

Damares afirmou que vai trabalhar para garantir proteção às grávidas e ao bebê ainda no ventre materno

11 dezembro 2018 - 14h34Da redação com informações da Agência Brasil

Confirmada como ministra da Família, Mulher e Direitos Humanos, Damares Alves, defendeu nesta terça-feira (11) a aprovação do “Estatuto do Nascituro”, estabelecendo garantias legais para o bebê, desde a sua concepção e para as grávidas. Há um texto em tramitação na Câmara dos Deputados desde 2007. Para Damares, a versão ideal seria o texto mais atual, apresentada pelo deputado Diego Garcia (Podemos-PR).

“Visa a proteção da criança no ventre materno. Acho que tem interpretações equivocadas com relação a isso. O objetivo é a proteção do bebê no ventre materno. Assim como tem o Estatuto da Criança e do Adolescente, a gente quer ter um Estatuto do Nascituro”, afirmou.

Segundo a futura ministra, o governo do presidente eleito, Jair Bolsonaro, quer criar políticas públicas de combate à violência contra grávidas e nascituros, garantindo proteção integral. Damares Alves disse que a ideia é manter esse objetivo do texto sem que haja alterações no Código Penal no que diz respeito ao aborto.

“Nenhuma modificação em relação a aborto do que já tem no Código Penal”, disse. Atualmente, a prática só é permitida em caso de estupro, fetos anencéfalos ou para salvar a vida da gestante.

Damares afirmou que espera uma “lei perfeita de proteção da grávida no Brasil” e afirmou que, para isso, conversará inclusive com parlamentares sobre mudanças na lei trabalhista. A futura ministra disse que seu temor é manter brechas que permitem que gestantes trabalhem em locais insalubres.

PMCG - Cidade do Natal

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil
STJ manda soltar Pezão
Brasil
''Forças Armadas garantem a democracia'', diz Bolsonaro
Brasil
Receita exigirá CPF de destinatário em encomendas internacionais
Brasil
Mandetta assume entidade internacional de combate a tuberculose
Brasil
Criança fica presa em penela de pressão por quase uma hora
Brasil
Mercosul eleva limite de isenção para viagens no exterior
Brasil
Mulher presa por ofender taxista negro responderá por quatro crimes
Brasil
Caso Daniel: Edison Brittes entrou com pedido de prisão domiciliar
Brasil
Brasil reconhece mais de 21 mil venezuelanos em condição de refugiados
Brasil
Simone quer aprovar pacote anticrime ainda este ano

Mais Lidas

Geral
Mega-Sena pode sortear prêmio de R$ 25 milhões nesta quarta
Geral
Plano Estadual de Combate ao Feminicídio é instituído no MS
Geral
Motoristas de aplicativo deverão adesivar carro e ter formação de 28h
Política
Joice Hasselmann deverá ser a nova líder do PSL na Câmara