Menu
Busca quarta, 24 de abril de 2019
(67) 99647-9098
governo festa da linguiça
Brasil

Futura ministra quer aprovação do “Estatuto do Nascituro”

Damares afirmou que vai trabalhar para garantir proteção às grávidas e ao bebê ainda no ventre materno

11 dezembro 2018 - 14h34Da redação com informações da Agência Brasil

Confirmada como ministra da Família, Mulher e Direitos Humanos, Damares Alves, defendeu nesta terça-feira (11) a aprovação do “Estatuto do Nascituro”, estabelecendo garantias legais para o bebê, desde a sua concepção e para as grávidas. Há um texto em tramitação na Câmara dos Deputados desde 2007. Para Damares, a versão ideal seria o texto mais atual, apresentada pelo deputado Diego Garcia (Podemos-PR).

“Visa a proteção da criança no ventre materno. Acho que tem interpretações equivocadas com relação a isso. O objetivo é a proteção do bebê no ventre materno. Assim como tem o Estatuto da Criança e do Adolescente, a gente quer ter um Estatuto do Nascituro”, afirmou.

Segundo a futura ministra, o governo do presidente eleito, Jair Bolsonaro, quer criar políticas públicas de combate à violência contra grávidas e nascituros, garantindo proteção integral. Damares Alves disse que a ideia é manter esse objetivo do texto sem que haja alterações no Código Penal no que diz respeito ao aborto.

“Nenhuma modificação em relação a aborto do que já tem no Código Penal”, disse. Atualmente, a prática só é permitida em caso de estupro, fetos anencéfalos ou para salvar a vida da gestante.

Damares afirmou que espera uma “lei perfeita de proteção da grávida no Brasil” e afirmou que, para isso, conversará inclusive com parlamentares sobre mudanças na lei trabalhista. A futura ministra disse que seu temor é manter brechas que permitem que gestantes trabalhem em locais insalubres.

pmcg - prestação de contas

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil
CNI/Ibope – Governo Bolsonaro é ótimo ou bom para 35% dos brasileiros
Brasil
Levantamento revela queda no número de empregos, em março
Brasil
Nelsinho cobra ampliação do sinal de internet em MS
Brasil
Governadores vão ao Congresso discutir pautas emergenciais para o país
Brasil
STJ julga recurso de Lula nesta tarde
Brasil
Caminhoneiros revogam nova paralisação
Brasil
Ex-estrela do programa Raul Gil comete suicídio
Brasil
Confira o resultado da Dupla de Páscoa
Brasil
Bolsonaro diz que contratos de patrocínio da Petrobras passam por revisão
Brasil
CCJ retoma análise do parecer da reforma da Previdência na terça

Mais Lidas

Polícia
Vídeo - Após ser traído, homem se joga em carro em chamas
Geral
Capital terá mais uma roda-gigante com vista para pontos turísticos
Internacional
Reação alérgica a pasta de dente, mata criança de 11 anos
Polícia
Crime de estupro, seguido de suicídio terá investigação concluída após laudo