Menu
Busca sexta, 05 de março de 2021
(67) 99647-9098
Brasil

Governo paga R$ 10,2 milhões para custear transmissões de TV da Fifa na Copa das Confederações

22 fevereiro 2013 - 11h31Joel Silva/Folhapress

Após as cidades-sede da Copa de 2014 reclamarem dos custos excessivos das estruturas temporárias exigidas pela Fifa (Federação Internacional de Futebol Associado), o governo federal resolveu assumir parte desta depesa com o compromisso de pagar os equipamentos de energia para a transmissão mundial de TV durante a Copa das Confederações, que começa em 15 de junho e ocorrerá em seis das 12 cidades-sede da Copa de 2014.

O Ministério do Esporte anunciou investimento previsto de R$ 10,2 milhões para contratar uma empresa ou consórcio que forneça geradores de energia para a transmissão do sinal de TV dos estádios, para o mundo todo, nas seis arenas que receberão as partidas da competição futebolística este ano. Este compromisso foi assumido pelo COL (Comitê Organizador Local) e pelas cidades-sede para a realização dos mundiais futebolísticos, em meio a outras estruturas temporárias de apoio na realização das competições.

A responsável pela transmissão de TV é a HBS, produtora parceira da Fifa que fará a captação das imagens oficiais e geração do sinal de TV. Os geradores de energia garantem que a transmissão continue mesmo se houver problemas no abastecimento de energia local.

Negócio milionário
É este sinal que será utilizado pelas emissoras de TV que compraram os direitos de transmissão dos jogos da competição para a Fifa. No Brasil, a TV Globo é a parceira oficial da entidade máxima do futebol. Além da transmissão oficial da HBS, a emissora deve ter câmeras exclusivas próprias dentro dos estádios durante as partidas.

Assim, o governo brasileiro ajuda a custear as transmissões de TV, um negócio milionário do qual o lucro proveniente ficará inteiro com a Fifa, a HBS e as emissoras de TV que vão retransmitir o sinal mundo afora.

Indefinição
Inicialmente, de acordo com os compromissos assumidos com a Fifa, a contratação deste equipamento para as transmissões de TV era de responsabilidade de cada cidade-sede, segundo a pasta do Esporte. Porém, o edital da licitação, publicado nesta terça-feira (19) no Diário Oficial da União, diz que os recursos saírão do orçamento de 2013 do Ministério do Esporte.

Apesar da publicação e registro oficial a pasta do Esporte afirma, por meio de sua assessoria de imprensa, que não está definido se pagará mesmo essa conta, e que o custo ainda pode ser assumido pelos municípios. "O fornecimento de geradores está incluído no compromisso das cidades-sede com a Fifa. O pregão é centralizado para garantir o padrão do serviço a ser fornecido", diz a nota enviada ao UOL Esporte.

Via Uol

Peniel - amigos da pizza

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil
MEC suspende ofício que barrava atos políticos em universidades
Brasil
Rock in Rio é adiado para 2022 no Brasil por causa da pandemia de covid-19
Brasil
Futuro: Brasil deve ter carne feita em laboratório entre 2024 e 2025
Brasil
Matéria-prima para 14 milhões de doses da Coronavac chega em São Paulo
Brasil
Avião com vacinas bate em jumento no aeroporto
Brasil
Saúde inicia entrega de 2,5 milhões de doses da Coronavac aos Estados
Brasil
Brasil tem 1.726 mortes por covid em 24h: novo recorde
Brasil
Justiça de SP quebra sigilo bancário do apóstolo Valdemiro Santiago
Brasil
Ministério da Economia tem novo secretário de governança de estatais
Brasil
Após pressão, votação da PEC Emergencial é adiada para terça-feira

Mais Lidas

Polícia
Jacaré é capturado dando 'rolê' em cidade de MS
Internacional
Estados Unidos inicia vacinação contra a Covid-19 em Nova York
Polícia
Morador de rua tenta matar desafeto a pauladas no interior do Estado
Polícia
Briga por capacete acaba em tentativa de homicídio