Menu
Busca domingo, 17 de janeiro de 2021
(67) 99647-9098
Governo Futebol
Brasil

Juíza Patrícia Acioli foi assassinada com arma do Exército

20 abril 2012 - 11h49Reprodução

Uma das três armas usadas para matar a juíza Patrícia Acioli, no dia 11 de agosto do ano passado, pertence ao Exército Brasileiro, segundo informação no inquérito da Polícia Federal do Rio. A magistrada foi assassinada com 21 tiros quando chegava em casa, em Niterói, na região metropolitana.

O relatório de investigação sobre o assassinato afirma que, a perícia constatou que a pistola 45 - apreendida em uma favela da zona oeste um mês após o crime - foi usada no assassinato da juíza. Consta ainda que a pistola tem as gravações "Armas da República do Brasil" e "Exército Brasileiro".

O Exército investiga de quem é a arma. Uma pistola de calibre 40 e um revólver 357 também foram usados no assassinato. Por decisão Justiça, os 11 PMs acusados de matar Acioli deverão ir à júri popular, mas os réus entraram com recurso, ainda não julgado, contra a decisão. Todos estão presos.

Via Folha

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil
Vídeo: 'Menino Maluquinho' de 2 anos fica com panela presa na cabeça
Brasil
Nascidos em julho podem sacar auxílio emergencial a partir de hoje
Brasil
Covid: Cantor de Caneta Azul lança 'Vamos Vacinar’
Brasil
Filho precisou abrir cova para enterrar pai; coveiro foi encontrado bêbado
Brasil
Voo para buscar vacina contra Covid-19 na Índia é adiado em um dia
Brasil
Mesmo prometendo a Bolsonaro, Trump não visitou Brasil
Brasil
Vídeo: falta oxigênio em hospitais de Manaus para pacientes com Covid
Brasil
A partir de 1º de janeiro, aposentaria terá reajuste de 5,45%
Brasil
Despedida de Maguito terá velório drive-thru e cortejo em carro aberto
Brasil
Vídeo: Após aborto malsucedido, mãe sufoca bebê com sacola plástica até a morte

Mais Lidas

Polícia
Jacaré é capturado dando 'rolê' em cidade de MS
Internacional
Estados Unidos inicia vacinação contra a Covid-19 em Nova York
Polícia
Morador de rua tenta matar desafeto a pauladas no interior do Estado
Polícia
Briga por capacete acaba em tentativa de homicídio