Menu
Busca sábado, 27 de maio de 2023
(67) 99647-9098
Governo Maio Amarelo - maio23
Brasil

Juíza Patrícia Acioli foi assassinada com arma do Exército

20 abril 2012 - 11h49Reprodução
Energisa - Camanha Sonia - Mobile

Uma das três armas usadas para matar a juíza Patrícia Acioli, no dia 11 de agosto do ano passado, pertence ao Exército Brasileiro, segundo informação no inquérito da Polícia Federal do Rio. A magistrada foi assassinada com 21 tiros quando chegava em casa, em Niterói, na região metropolitana.

O relatório de investigação sobre o assassinato afirma que, a perícia constatou que a pistola 45 - apreendida em uma favela da zona oeste um mês após o crime - foi usada no assassinato da juíza. Consta ainda que a pistola tem as gravações "Armas da República do Brasil" e "Exército Brasileiro".

O Exército investiga de quem é a arma. Uma pistola de calibre 40 e um revólver 357 também foram usados no assassinato. Por decisão Justiça, os 11 PMs acusados de matar Acioli deverão ir à júri popular, mas os réus entraram com recurso, ainda não julgado, contra a decisão. Todos estão presos.

Via Folha

Energisa - Camanha Sonia - Mobile

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil
Demissão sem justa causa não precisa de justificativa no Brasil, decide STF
Brasil
Belém sediará 30ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas
Brasil
Projeto para CNH ser válida por 60 dias após vencer é aprovado
Brasil
Inscrições do Encceja 2023 estão abertas até dia 2 de junho
Brasil
Governo anuncia desconto para compra de carros novos
Brasil
CPMI de atos antidemocráticos será presidida por Arthur Maia
Brasil
Ninguém acerta dezenas e prêmio da Mega-Sena acumula para R$ 45 milhões
Brasil
MPF e MP vão investigar aplicativo simulador de escravidão
Brasil
Suspeito de vazar fotos da autópsia de Marília Mendonça é solto 20h após prisão
Brasil
Rita Lee dará nome a área verde de Parque Olímpico do Rio de Janeiro

Mais Lidas

Polícia
JD1TV: Jovem 'cai no soco' e coloca ladrões para correr durante assalto na Capital
Interior
Tranquilizando família, jovem dada como desaparecida na Capital está morando em Bauru
Polícia
Carro encontrado incendiado pode ter sido usado em homicídio no Los Angeles
Justiça
"Tudo mentira", diz pai de Sophia sobre carta escrita pela ex na cadeia