Menu
Busca domingo, 19 de maio de 2019
(67) 99647-9098
Brasil

Moraes revoga decisão que censurou reportagens

O ministro reconheceu que o documento que foi usado como fonte existe

18 abril 2019 - 17h32Joilson Francelino

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes, revogou nesta quinta-feira (18) a decisão que censurava reportagens da revista Crusoé e do site O Antagonista.

Na decisão da última segunda-feira (15), Moraes determinou que a revista e o site retirassem reportagens e notas que mencionavam o presidente do Supremo, ministro Dias Toffoli. O relator ainda estipulou multa diária de R$ 100 mil e determinou que a Polícia Federal ouvisse os responsáveis em até 72 horas.

Sustentando que o documento citado na reportagem “O amigo do amigo do meu pai”, alvo da censura, realmente existe, o ministro revogou sua decisão anterior. “Diante do exposto, revogo a decisão anterior que determinou ao site O Antagonista e a revista Crusoé a retirada da matéria, dos respectivos ambientes virtuais”, escreveu na decisão.

O inquérito foi alvo de críticas da sociedade, de procuradores da República, juristas e integrantes do STF.

Confira a decisão desta tarde na íntegra.

 

Fac Feijoada 2019

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil
Mega acumula e pode pagar R$ 12 mi no próximo sorteio
Brasil
Telma Abrahão volta ao Brasil devido ao grande sucesso de seus workshops
Brasil
Empresa aérea europeia chega ao Brasil e presidente comemora
Brasil
Multa da Vale aumenta para R$ 300 milhões
Brasil
Papa aceita renúncia do bispo de Limeira
Brasil
Piso nacional de jornalistas pode chegar a R$ 3.270
Brasil
Ministro fala sobre indícios de irregularidades no Fundo Amazônia
Brasil
Maia assume a presidência da República
Brasil
Robson Andrade reassume CNI nesta sexta
Brasil
Clima começa a esquentar nesta sexta-feira

Mais Lidas

Polícia
Ex-marido esfaqueia mulher em boate ao ver localização em rede social
Geral
Vídeo - Após mulher trocar senha do wi-fi, vizinhos apedrajam casa
Polícia
Homem toma arma de policial, troca tiros com outros e morre em telhado de casa
Internacional
Por engano, funcionário serve vinho de 5.100 euros a clientes