Menu
Busca sexta, 05 de março de 2021
(67) 99647-9098
Brasil

Nova carteira de pescador profissional começa a ser entregue hoje

09 janeiro 2013 - 10h33EBC

A nova carteira de identificação de pescador profissional começa a ser distribuída a partir desta quarta-feira (09). Os primeiros 100 documentos serão entregues pelo Ministério da Pesca e Aquicultura, Marcelo Crivella, para pescadores do Distrito Federal, que trabalham no Lago Paranoá. O documento é semelhante a uma carteira de identidade e terá um chip com todos os dados do trabalhador.

A carteira tem validade contínua, não precisa ser renovada. O novo documento foi criado para desburocratizar a concessão de benefícios aos pescadores e evitar fraudes. Antes, a carteira só poderia ser retirada nas capitais. Agora, pode ser adquirida nas 1.200 colônias de pescadores do país e nas superintendências estaduais do ministério.

Ao longo de 2013, mais de um milhão de carteiras serão distribuídas no país. Para obter o documento, o interessado precisa atualizar o registro no ministério. “O objetivo é facilitar a vida do pescador profissional e trazer um reconhecimento sobre a valorização dessa atividade, por meio de uma ação do Ministério da Pesca, com a definição de um documento que venha a possibilitar esse reconhecimento enquanto exercício de atividade profissional como qualquer outra”, disse o diretor do Departamento de Registro da Pesca e Aquicultura, Clemerson José Pinheiro.

Registro Geral Da Pesca - RGP
O documento foi criado pelo ministério e para emitir o Registro, o pescador ou pescadora profissional deve se dirigir ao escritório da Superintendência do MPA no seu estado (para acessar a lista de endereços e contatos clique aqui).

Com o RGP, o pescador ou pescadora profissional artesanal tem acesso aos programas sociais do governo federal, como microcrédito, assistência social e o seguro desemprego, que é pago nos meses do Defeso - período em que é proibida a pesca para proteger a reprodução de peixes, lagostas e camarões.

A emissão do documento exige, agora, informações mais completas, o que permite ao MPA  informações sobre todas as categorias de profissionais e atividades ligadas ao setor, proporcionando a inscrição apenas dos verdadeiros pescadores.

Portar ilegalmente o Registro Geral da Pesca é crime. Por causa dessa prática ilegal, muitos pescadores ficam sem receber os recursos a que têm direito, como o dinheiro pago pelo seguro, e acabam enfrentado dificuldades para sustentar suas famílias durante os meses do Defeso.

Via Portal Brasil

Peniel - amigos da pizza

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil
MEC suspende ofício que barrava atos políticos em universidades
Brasil
Rock in Rio é adiado para 2022 no Brasil por causa da pandemia de covid-19
Brasil
Futuro: Brasil deve ter carne feita em laboratório entre 2024 e 2025
Brasil
Matéria-prima para 14 milhões de doses da Coronavac chega em São Paulo
Brasil
Avião com vacinas bate em jumento no aeroporto
Brasil
Saúde inicia entrega de 2,5 milhões de doses da Coronavac aos Estados
Brasil
Brasil tem 1.726 mortes por covid em 24h: novo recorde
Brasil
Justiça de SP quebra sigilo bancário do apóstolo Valdemiro Santiago
Brasil
Ministério da Economia tem novo secretário de governança de estatais
Brasil
Após pressão, votação da PEC Emergencial é adiada para terça-feira

Mais Lidas

Polícia
Jacaré é capturado dando 'rolê' em cidade de MS
Internacional
Estados Unidos inicia vacinação contra a Covid-19 em Nova York
Polícia
Morador de rua tenta matar desafeto a pauladas no interior do Estado
Polícia
Briga por capacete acaba em tentativa de homicídio