Menu
Busca sábado, 23 de outubro de 2021
(67) 99647-9098
TJMS outubro21
Brasil

Orçado em R$ 1,12 bi, Maracanã ainda irá consumir mais R$ 546 mi

07 maio 2013 - 11h22Reprodução/Uol

Na última segunda-feira, o Governo do Estado do Rio de Janeiro divulgou a assinatura de um aditivo de quase R$ 200 milhões no contrato de reforma do estádio do Maracanã. O documento eleva para R$ 1,049 bilhão o orçamento da empreitada, que está sendo realizada pelas empreiteiras Odebrecht e Andrade Gutierrez e paga pelo contribuinte fluminense. Juntando esse valor com o custo das obras intramuros em execução, com o contrato de gerenciamento da reforma e com as correções monetárias já pagas às construtoras, o custo da reforma do Maracanã chega a R$ 1,12 bilhão.

Este não é, porém, o custo total da reforma do complexo do Maracanã para a Copa do Mundo de 2014. Até o início do Mundial, obras e aquisições no estádio e no entorno ainda consumirão, pelo menos, mais R$ 546, 2 milhões. Há muito que fazer para que o estádio possa receber torcedores e turistas. Calçadas, obras de drenagem e até as novas bilheterias da arena ainda não estão prontas.

O Estado do Rio de Janeiro, que banca a reconstrução do Maracanã, ainda gastará R$ 174 milhões na construção de uma passarela de acesso à arena e em reformas na estação de trem e metrô Maracanã, ao lado do estádio. As obras só estarão prontas em 2014, a tempo para a Copa do Mundo (em junho daquele ano), de acordo com a previsão atual do governo fluminense, que afirma que, dessa vez, não vai atrasar.

Já a prefeitura do Rio terá de gastar R$ 260 milhões no entorno do Maracanã. Disso, R$ 151 milhões vão para obras de desvio do rio Joana para combate a enchentes no estádio, que alagou neste ano com as chuvas de verão. Outros R$ 109 milhões vão para a reconstrução das calçadas na área do estádio e para a obra de uma passarela que ligará o Maracanã ao parque da Quinta da Boa Vista.

As calçadas e as obras no rio ficam prontas ainda neste ano, tomando como verdade as previsões da prefeitura carioca. Já a passarela, só para a Copa de 2014.

O restante das obras de preparação do Complexo do Maracanã para a Copa do Mundo de 2014 ficarão a cargo da futura concessionária do espaço. Quem vencer a licitação do Maracanã, assumirá a responsabilidade de tocar alguns projetos no local – parte deles, segundo o governo do Rio, deverão ser concluídos para o Mundial.

As demolições de estruturas esportivas, da Escola Municipal Friedenreich e do prédio do Ministério da Agricultura são parte do plano de evacuação do Maracanã para a Copa do Mundo, de acordo com o secretário de Estado da Casa Civil, Regis Fichtner.

O estudo de viabilidade da privatização do Maracanã prevê que essas obras custem R$ 103 milhões. Para a Copa, a concessionária do Maracanã também terá de restaurar o prédio do antigo Museu do Índio. Esse projeto deverá custar outros R$ 9,6 milhões.

Via Uol

Unica - primavera

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil
Incor pede autorização à Anvisa para testes clínicos de vacina spray
Brasil
Suspensão de validade de concursos na pandemia é aprovada pela CCJ da Câmara
Brasil
A Receita Federal abriu hoje para verificação lote residual de Imposto de Renda
Brasil
Violência contra crianças: 86% dos casos são praticados por conhecidos
Brasil
Paralisação dos caminhoneiros já resulta em falta de combustível em alguns postos
Brasil
Ministro do STF determina prisão e extradição de Allan dos Santos
Brasil
Vídeo: Homem se desespera ao ver que racha com os amigos acabou em morte
Brasil
Lei proíbe sacrifício de cães e gatos saudáveis por órgãos de zoonose
Brasil
Corpo de pescador é encontrado dentro de jacaré
Brasil
Morador de Anastácio é vítima de grave acidente em Minas Gerais

Mais Lidas

Clima
Áudio: Atenção - tabela do Inmet é real, não é fake
Clima
Vídeo: Força-tarefa está pronta para novo vendaval
Internacional
Alec Baldwin dispara com arma cenográfica e mata diretora de fotografia
Clima
Previsão de chuva com ventos assusta