Menu
Busca quarta, 30 de setembro de 2020
(67) 99647-9098
Brasil

Peça Bartleby chegará a Campo Grande

17 agosto 2011 - 08h52Divulgação

Bartleby foi selecionado pelo Programa Petrobras Distribuidora de Cultura 2011/2012 e irá apresentar-se em 06 capitais brasileiras. Sucesso de crítica e público em mais de 120 apresentações pelas regiões Sudeste e Sul do país chega à Campo Grande em curta temporada no Teatro Mace nos dias 09, 10 e 11 de setembro de 2011.

Bartleby, montagem teatral realizada pelo Núcleo Caixa Preta da Cooperativa Paulista de Teatro buscou na literatura do século XIX material para compor um espetáculo cujo conteúdo e forma apresentam intensa sintonia com o tempo e o teatro da contemporaneidade.

Baseado no conto homônimo do americano Herman Melville (autor entre outros, do célebre romance de aventuras "Moby Dick") e adaptado para o teatro pelo dramaturgo espanhol José Sanchis Sinisterra, o espetáculo "Bartleby" posiciona-se como um importante meio de reflexão e autiliza a linguagem teatral como veículo de expressão e como fonte de ampliação do conhecimento e do pensamento crítico.

Em meio a uma atmosfera de muito humor, lirismo e intelectualidade, o espectador é convidado a refletir acerca de temas como: o materialismo exacerbado, a difusão da violência, o fracasso ideológico, o individualismo contrastando com a perda da identidade, o nada de vontade, as relações de trabalho e poder em uma sociedade capitalista e alienante.

A adaptação de Sinisterra concentra-se na polaridade fundamental do conto: a estranha relação do Advogado (interpretado por Rodrigo Gaion) e de Bartleby (Cácia Goulart), do amo e de seu subordinado, e a não menos estranha inversão que nela se produz.

Bartleby não se opõe às amáveis investidas do seu chefe, o Advogado, mas com sua célebre frase "Prefiro não", resiste às ordens de seu patrão e desperta uma sucessão tragicômica de acontecimentos.

Contra essa cortês e inexplicável resistência pacífica do escriturário estilhaça-se todo o sistema de normas, valores e referências de seu superior. O retrato da relação entre esses dois seres garante ao público momentos hilariantes, comprovados pela trajetória do espetáculo, que em três anos de carreira experimentou diversos tipos de público, em idade, estrato social e formação intelectual.

O Núcleo Caixa Preta além de encontrar no conto de Melville um texto ambíguo, polissêmico e de refinado humor, promove ainda com o patrocínio da Petrobras, junto ao Ministério da Cultura e da lei Rouanet, acesso gratuito ao espetáculo ampliando e democratizando o acesso à informação, cumprindo um importante papel social, educacional e cultural.

O espetáculo dirigido por Joaquim Goulart e Daniela Carmona conta com 02 indicações ao Prêmio Shell 2008 São Paulo (Melhor Atriz para Cácia Goulart e Melhor Cenário para André Cortez )

Serviço:

Peça: BARTLEBY

Teatro MACE

Rua Vinte e Seis de Agosto, 63,Centro-Campo Grande/MS

Temporada:

09 e 10 de setembro/2011- Sexta e Sábado-21h

11 de Setembro/2011 – Domingo: 18h

Ingressos: Gratuitos (retirar com 01 hora de antecedência na bilheteria do teatro)

Classificação etária: não recomendado para menores de 14 anos

Terra Benta

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil
Silvio Santos vira alvo de investigação por pergunta sobre sexo para criança
Brasil
Michelle Bolsonaro quer tirar do ar música “Micheque”, do Detonautas
Brasil
Após fala de Bolsonaro, dona de casa cobra na Justiça auxílio de 1 mil dólares
Brasil
Motorista morre ao sofrer descarga elétrica em fazenda
Brasil
Cenas fortes: Mulher morre depois de ser esfaqueada em praça pública
Brasil
Homem agride mulher por ter adesivo "S.O.S Pantanal" no carro
Brasil
Bolsonaro se recupera bem após cirurgia na bexiga nesta manhã
Brasil
VÍDEO: Mulher é agredida com pedrada na cabeça e arrastada pela calçada
Brasil
Justiça Eleitoral torna Crivella inelegível
Brasil
Recriação do Ministério das Comunicações segue para sansão de Bolsonaro

Mais Lidas

Cidade
Vídeo - Famílias perdem tudo em incêndio Noroeste; saiba como ajudar
Cidade
Ação une irmãs do MT e MS em prol de animais do Pantanal
Justiça
Acusado de matar a tia com 24 facadas é condenado a 8 anos de prisão
Polícia
PMA autua pecuarista em R$ 10 mil por animais silvestres em cativeiro