Menu
Busca quinta, 06 de outubro de 2022
(67) 99647-9098
TJMS outubro22
Brasil

Plano de Adaptação à Mudança do Clima entra em vigor a partir de setembro

Ações devem atuar na redução da emissão de carbono

11 agosto 2022 - 10h35Evelyn Thamaris

Criado com o intuito de auxiliar nas mudanças climáticas, principalmente as ocasionadas pelas emissões de carbono pela área agropecuária no Brasil, foi criado o Plano Setorial ABC+ que tem data prevista para entrar em vigor a partir do próximo mês, em 1º de setembro, programado para atuar no período de 2020 a 2030.

A portaria que detalha a política setorial – criada para reduzir emissões de carbono pelo setor agropecuário brasileiro por meio de incentivos e fomentos a tecnologias ambientais – foi publicada no Diário Oficial da União de hoje (11) pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Segundo o ministério, o plano ABC+ tem como meta “promover a adaptação à mudança do clima e o controle das emissões de gases de efeito estufa (GEE) na agropecuária brasileira, com aumento da eficiência e resiliência dos sistemas produtivos, considerando uma gestão integrada da paisagem rural”.

Metas

Entre as metas projetadas até o ano de 2030 está a de ampliar, em 30 milhões de hectares, as áreas destinadas à adoção de práticas para recuperação de pastagens degradadas; em 12,58 milhões de hectares as áreas voltadas à adoção de sistemas de plantio direto; e em 10,10 milhões de hectares as áreas com adoção de sistemas de integração.

O governo prevê, também a ampliação, em quatro milhões de hectares, da área a ser destinada à adoção de florestas plantadas; em 13 milhões de hectares a área com adoção de bioinsumos; em três milhões de hectares, a região com adoção de sistemas irrigados; em 208,40 milhões de metros cúbicos a adoção de manejo de resíduos da produção animal; e em cinco milhões os bovinos em terminação intensiva.

Ao “estimular a adoção de sistemas, práticas, produtos e processos de produção sustentáveis”, o plano ABC+ pretende diminuir vulnerabilidades e aumentar a resiliência dos sistemas de produção agropecuários, conservando recursos naturais e aumentando a biodiversidade e a estabilidade climática dos sistemas produtivos.

JD1 No Celular

Tenha em seu celular o aplicativo do JD1 e acompanhe em tempo real todas as notícias. Para baixar no IOS, clique aqui. E aqui para Android.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil
Infecção pulmonar em Chris Martin cancela shows do Coldplay no Brasil
Economia
IBGE prorroga coleta Censo 2022 até dezembro
Brasil
Bebê de dois meses morre após ser atingido no rosto por um celular
Brasil
Censo 2022 entrevistou em dois meses, 49% da população estimada
Brasil
Mega-Sena tem dois ganhadores de prêmio de R$ 317 milhões
Brasil
IBGE: Trimestre encerrado em agosto registra queda de 8,9% no desemprego
Brasil
Mãe que matou as filhas envenenadas, afogadas e a facadas disse ter feito bem a elas
Brasil
Justiça anula condenação de ex-policial envolvido na morte de Eliza Samudio
Brasil
Pancadaria entre torcedores do Cruzeiro e Palmeiras deixa 4 feridos; assista
Brasil
Mega-Sena acumula em RS 200 milhões

Mais Lidas

Política
Marquinhos quer manter controle da prefeitura
Geral
Sai a lista sêxtupla da OAB
Polícia
JD1TV: Pedestre morre após ser atropelado por moto na Ceará
Polícia
Corpo de homem é encontrado queimado em rua do Nova Lima