Menu
Busca sábado, 15 de maio de 2021
(67) 99647-9098
TJMS - maio21
Brasil

Promotoria investiga go-go boy em festa da Prefeitura de Palhoça (SC)

12 março 2013 - 10h57Reprodução

O Ministério Público de Santa Catarina abriu inquérito para investigar se a Prefeitura de Palhoça usou dinheiro público para contratar um suposto go-go boy que se apresentou em uma festa realizada na quinta-feira (07) em homenagem ao Dia Internacional da Mulher.

O homem, identificado como Renato Mendonça, desfilou no evento apenas de cueca preta transparente. Fotos divulgadas na internet mostram ele dançando com algumas das cerca de 1.300 servidoras que estavam no local.

Segundo o prefeito interino do município, Nirdo Artur Luz, o Pitanta (DEM), o homem não era go-go boy, mas modelo fotográfico. "Ele estava de samba-canção preta. Segundo informações, o go-go boy se apresenta de Zorba branca. E o modelo fotográfico de samba-canção preta", disse.

O prefeito afirmou ainda que o homem não fez striptease. "Não pode. Minhas filhas estavam lá, minha mulher. Eu distribuí 1.500 flores para as funcionárias, e depois ele tirou a camisa e ficou lá de cueca preta", afirmou Pitanta.

De acordo com o prefeito, todas as mulheres que estavam na festa gostaram do espetáculo. "Ele é igualzinho ao modelo Paulo Zulu. Elas adoraram. Só teve uma funcionária, que nem estava lá, que é politicamente contra mim e reclamou. Ela quer denegrir a imagem do prefeito", justificou.

Pitanta afirmou que a apresentação foi voluntária, porque o modelo queria se promover e divulgar sua revista - ele é capa da revista G Magazine de março, que foi distribuída na festa. Em seu perfil no Facebook, Mendonça afirma que também já foi eleito Mister Santa Catarina.

"Festa digna"
O prefeito disse que cancelou a reserva de R$ 7.500 que havia sido feita para pagar despesas com a festa - aluguel do local, salgadinhos e refrigerante, sem prever gastos com go-go boy. Segundo ele, o evento não contará com dinheiro público porque não havia a previsão de ter um modelo fotográfico lá.

Ele diz, porém, que go-go boys já se apresentaram em festas realizadas por outras administrações na cidade. "Todo ano se apresenta um. Já teve até striptease. Com cueca branca e tudo", contou.

O prefeito informou que será aberto um procedimento administrativo contra o diretor de eventos da prefeitura, Edmilson Cruz, que organizou a festa. Ele ficará responsável pelo pagamento das despesas.

Cruz afirmou que o modelo fotográfico foi ao local para promover uma empresa que serviria coquetéis. Ele disse que não sabia que o homem estaria só de cueca, mas que, ao ser informado, autorizou que ele circulasse assim. "Tu acha (sic) que no BBB tem alguma polêmica nisso? E se eu contratasse o Ney Matogrosso e ele dançasse de cuequinha? Não teve uma funcionária espantada", afirmou.

O servidor defendeu a festa. "Teve palestra, entrega das rosas. Foi uma festa digna."

Via Folha

Genetica 1

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil
Covid-19: Mais de 1,2 mil municípios ficaram sem vacina nesta semana
Brasil
Mãe de Henry continuará em cela isolada, ela alega "temer pela vida"
Saúde
Covid-19: Governo compra 100 milhões de doses da vacina da Pfizer
Brasil
Depois de 16 anos na Record, jornalista Carla Cecato é demitida por e-mail
Brasil
Covid: Em cinco meses, número de mortes de grávidas já ultrapassa o total de 2020
Brasil
Maioria do STF vota a favor da obrigação do governo de realizar Censo em 2022
Brasil
Fiocruz: MS e mais três Estados tem alta no número de mortes
Saúde
Butantan entrega 1,1 milhão de doses e paralisa produção de vacinas
Brasil
Saque do auxílio está disponível para trabalhadores nascidos em novembro
Brasil
Covid: Brasil chega a marca de 430 mil vidas perdidas

Mais Lidas

Polícia
Jacaré é capturado dando 'rolê' em cidade de MS
Internacional
Estados Unidos inicia vacinação contra a Covid-19 em Nova York
Polícia
Morador de rua tenta matar desafeto a pauladas no interior do Estado
Polícia
Briga por capacete acaba em tentativa de homicídio