Menu
Busca segunda, 30 de janeiro de 2023
(67) 99647-9098
Governo - Dengue Jan22
Brasil

Sobem para 176 o número de mortes em Petrópolis após chuvas intensas

O Corpo de Bombeiros e as equipes ainda trabalharam no resgate de vítimas

21 fevereiro 2022 - 07h15Camila Farias - Da Agência Brasil
Gov Dengue - Jan23 Square - detalhe noticia

O número de mortos pelas chuvas na serrana Petrópolis do Rio de Janeiro na semana passada chegou a 176, segundo o Corpo de Bombeiros. As equipes trabalham dia e noite para resgatar as vítimas. Além dos corpos encontrados, os bombeiros tiraram a vida de 24 pessoas.

Segundo a prefeitura de Petrópolis, 114 corpos tinham sido sepultados até a noite de ontem. O trabalho de identificação e liberação de corpos continua sendo feito pelo Instituto Médico Legal (IML). Também estão sendo procurados mais de 100 desaparecidos.

O temporal mais forte caiu no dia 15 de fevereiro, mas desde então a chuva voltou a atingir a cidade em diversas ocasiões. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a previsão para hoje é de pancadas de chuva ao longo do dia.

Ontem, a Defesa Civil de Petrópolis acionou, no fim da tarde, as sirenes do primeiro distrito, além de emitir avisos por SMS e grupos de comunicação por aplicativo. O primeiro distrito envolve a parte mais densa da cidade e os bairros já atingidos pelos deslizamentos de terra e enchentes do dia 15, como Alto da Serra, Bingen, Quitandinha, Valparaíso e centro.

Hospital de Campanha

A Marinha terminou de montar ontem (20) um hospital de campanha no Sesi Petrópolis, na Rua Bingen. A unidade funciona das 8h às 18h, com 12 leitos de enfermaria e cinco estações de atendimento ambulatorial, aberto a pessoas que precisem de atendimento de baixa complexidade.

De acordo com o diretor do Centro de Medicina Operativa da Marinha, capitão Kleber Coelho de Moraes Ricciardi, a unidade vai apoiar os hospitais da cidade.

“Estamos aqui para apoiar a estrutura de saúde local, realizando atendimentos clínicos, laboratoriais, odontológicos, pediátricos, ortopédicos e pequenos procedimentos. Assim, deixamos os atendimentos de maior complexidade para os hospitais previamente estabelecidos”.

O apoio da Marinha à tragédia de Petrópolis começou na madrugada do dia 16, na desobstrução das vias com motosserras. Caminhões, retroescavadeiras e material para a instalação do hospital de campanha chegaram na manhã do dia 17. O efetivo da força na cidade é de 60 viaturas e 300 militares, entre fuzileiros navais, médicos, enfermeiros e farmacêuticos.

Gov Dengue - Jan23 Square - detalhe noticia
Gov Dengue - Jan23 Square

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil
Senado conclui 1ª restauração de obras danificadas nos atos golpistas
Brasil
Justiça autoriza recontratação de cubanos do Mais Médicos
Brasil
Mega-Sena acumula em R$ 115 milhões
Brasil
PGR aponta 'falta de legitimidade' e Moraes rejeita suspender posse de deputados
Brasil
AGU apresenta 3ª ação para bloqueio de bens dos presos por depredação em Brasília
Brasil
Boate Kiss: 10 anos após tragédia, Santa Maria terá memorial para vítimas
Brasil
Mega-Sena: Apostas para concorrer aos R$ 75 mi podem ser feitas até às 18h
Brasil
Relatório sobre ataque em Brasília expõe omissão da PM e intromissão do Exército
Brasil
Mulher é indiciada após deixar o marido morrer desnutrido
Brasil
Anitta vira assunto ao ter cenas íntimas vazadas na internet; assista

Mais Lidas

Polícia
Pai estupra a própria filha com deficiência no Jardim Carioca
Polícia
Marido apanha e se tranca no quarto para evitar confusão com mulher na Capital
Cidade
Um dia antes de morrer, Sophia teve problemas de saúde e mãe 'deu remedinho'
Polícia
Homem morre atropelado na Avenida Bandeirantes