Menu
Busca segunda, 06 de fevereiro de 2023
(67) 99647-9098
Cidade

Belas Artes: Marquinhos assina ordem de serviço da obra iniciada em 1991

Depois de 30 anos, e com um investimento de R$ 4 milhões, primeira parte da obra deve terminar em nove meses

25 fevereiro 2022 - 09h20Rosana Lemes e Sarah Chaves
Sebrae Materia

Iniciada em 1991, a obra do Centro Municipal de Belas Artes, que incialmente seria uma nova rodoviária em Campo Grande, teve uma ordem de serviço assinada na manhã desta sexta-feira (25), pelo prefeito Marquinhos Trad.

Conforme a Subsecretária de Gestão e Projetos Estratégicos, Catiana Sabadin, a assinatura da ordem de serviço finaliza o convênio que a Capital tinha com o Ministério do Turismo. “Boa parte desse convênio foi executado, nós não temos mais recurso com Ministério, a gente conseguiu um novo recurso para finalizar e dar funcionalidade a essa obra que tinha começado em 2007”.

“Tivemos uma questão judicial com a empresa anterior e hoje  a gente retoma com ordem de início de serviço e requalificação de cerca de 3 mil metros quadrados que serão para cultura, artes plásticas e atividades de manifestação cultural para o município”, falou.

Marquinhos Trad explicou que a obra iniciada em 1991 teve vários entraves por falta de recurso, troca de presidentes e não liberação de importâncias. “Em 2013 quando 80% da obra estava concluída, o gestor passado deixou de retomar as obras, o Ministério Público ingressou com uma ação. Em 2017 nos fizemos um TAC (Termo de Ajuste de Conduta) para dar sequência as obras”, mas mas logo em seguida veio uma decisão judicial que determinou a suspensão de toda a intervenção “Agora a Justiça autorizou uma nova licitação, sete empresas participaram e hoje a gente já está dando a ordem e serviço para a retomada do Belas Artes”.

Ainda segundo Marquinhos, o prédio será otimizado para não ficar abandonado novamente. "Espaço terá serviços públicos que se relacionam e se comunicam diretamente com o Turismo e Cultura da nossa cidade"

O secretário Municipal de Infraestrutura Serviços Públicos, Rudi Fiorese informou que o complexo tem 15 mil metros quadrados, e serão executados serviços de acabamento num investimento de mais de R$ 4 milhões quee deve durar nove meses. "O serviço agora e na parte de acabamento, revestimento, piso pintura, instalação elétrica e hidráulica, terá espaço para a Secretaria de Cultura, salas multiuso, salas de dança e um  anfiteatro com capacidade para 124 lugares’, afirmou.

 
Sebrae Materia

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cidade
Campanha "Volta às aulas fevereiro 2023" inicia nesta segunda
Polícia
Mãe desaparece com filho de 6 anos e preocupa família na Capital
Cidade
Bioparque funcionará no carnaval; agendamento começa na segunda
Cidade
Prefeitura e Estado entregam 23 casas para famílias da Cidade de Deus
Cidade
Aprovados em processos seletivos da Prefeitura são convocados
Educação
Inscrições para cadastro de professores atuarem no Bioparque encerram hoje
Cidade
Prefeitura regulariza a moradia de 70 famílias da Capital
Cidade
"Bebê gigante" nasce com quase 6kg em maternidade da Capital
Cidade
Veja a escala de plantão de médicos nas UPAs e CRSs nesta quinta
Cidade
AO VIVO: Ponte da José Antônio com a Fernando Corrêa é interditada

Mais Lidas

Polícia
JD1TV: Corpo é queimado em meio ao lixo no Santa Emília
Polícia
Queimado no Santa Emília foi "embrulhado" em sofá para ser carbonizado
Polícia
Jovem é esfaqueado e tem vísceras expostas no Itamaracá
Polícia
Esfaqueamento no Jardim Itamaracá foi motivado por ventilador roubado