Menu
Busca quinta, 06 de outubro de 2022
(67) 99647-9098
Cidade

Campo Grande irá lançar estratégia inédita no combate ao Aedes aegypti

A prefeita da Capital se reuniu com diretores do World Mosquito Program para discutir a iniciativa

10 agosto 2022 - 17h53Pedro Molina

A prefeita Adriane Lopes recebeu nesta quarta-feira (10) os diretores do World Mosquito Program (WMP) para discutir o desenvolvimento de uma iniciativa inédita para o combate a disseminação de doenças transmitidas pelo Aedes aegypti através do Método Wolbachia.

 “Aliado as ações que foram desenvolvidas pelas nossas equipes, a implementação do Método do Wolbachia em nosso Município certamente contribuiu para que a gente passasse dois anos sem enfrentar uma nova epidemia de dengue. E, para nós estamos à frente de uma nova estratégia que poderá servir de modelo não só para o país, assim como para todo o mundo, é um grande privilégio”, disse a prefeita.

A inciativa contará com a mobilização e envolvimento de alunos de escolas da Rede Municipal de Ensino da Capital para realizar a liberação dos mosquitos infectados com a bactéria Wolbachia, que dá nome ao método, na natureza. Quando infectado, o Aedes aegypti não consegue mais transmitir os vírus da dengue, Zika, chikungunya e febre amarela.

O líder do WMP no Brasil, Luciano Moreira, apontou que os avanços obtidos na Capital já podem ser considerados como uma referência.

“O trabalho que está sendo desenvolvido em Campo Grande desde o início é um exemplo. E isso tem atraído os olhares para cá e, por isso, nós viemos juntamente com o grupo de diretores que atuam em países como Austrália, Colômbia e Vietnã, para conhecer esse modelo”, disse.

A estratégia, nomeada de Wolbito em Casa, vai envolver cerca de 3 mil alunos de 17 escolas municipais de bairros das regiões do Bandeira e Prosa, que irão receber um kit contendo um recipiente, material informativo e cápsulas com ovos do mosquito infectados com a bactéria, conhecidos como Wolbitos, que serão cultivados até a fase adulto e soltos na natureza.

O secretário municipal de Saúde, José Mauro Filho, aponta que a iniciativa será fundamental para a consolidação do método. “Quando se envolve a criança em um projeto como este, ela atua não somente como uma parte executora, mas também como um agente multiplicador. Com as orientações passadas na escola, ela irá envolver toda a sua família neste processo”, explicou.

O lançamento oficial da iniciativa está previsto para o dia 16 de agosto, na Escola Municipal Rachid Saldanha Derzi, no Bairro Jardim Noroeste.

 

JD1 No Celular

Tenha em seu celular o aplicativo do JD1 e acompanhe em tempo real todas as notícias. Para baixar no IOS, clique aqui. E aqui para Android.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cidade
Parque dos Poderes tem árvores retiradas e frequentadores questionam decisão
Cidade
Comércio que abrir no feriado terá que compensar funcionário
Cidade
Mais de 60 veículos dos Correios serão leiloados em MS
Cidade
Atenção: Confira as vias interditadas na Capital nesta segunda-feira
Justiça
É lei: Pets shops e clínicas deverão divulgar canais de denúncia contra maus tratos
Cidade
Supermercado lança campanha Lenço Solidário na Capital
Cidade
Semana conta com mais de 2,5 mil vagas de emprego na Capital
Cidade
TRE já substituiu 13 urnas durante as votações em MS
Cidade
Confira as rotas especiais dos ônibus neste domingo de eleições
Cidade
Obras nas imediações da Santa Casa são adiadas

Mais Lidas

Política
Marquinhos quer manter controle da prefeitura
Geral
Sai a lista sêxtupla da OAB
Polícia
JD1TV: Pedestre morre após ser atropelado por moto na Ceará
Polícia
Corpo de homem é encontrado queimado em rua do Nova Lima