Menu
Busca sábado, 04 de abril de 2020
(67) 99647-9098
TJMS Topo
Cidade

Moradores de rua serão abrigados em escolas da capital

A medida pretende ajudar os moradores de sua a não contraírem o coronavírus

25 março 2020 - 14h14Gabriel Neves, com informações da assessoria

Um plano de ação com a proposta de atender a população em situação de rua, migrantes e estrangeiros no enfrentamento ao novo coronavírus, foi montado pela Secretaria Municipal de Assistência Social (SAS), e divulgado nesta quarta-feira (25).

Durante o anuncio, o Prefeito Marquinhos Trad disse que os moradores de rua podem adoecer e também transmitir o vírus, por isso serão montados alojamentos em escolar municipais para acolher essas pessoas.

“Estamos preocupados com a saúde deles e das outras pessoas, porque eles podem ser sim transmissores do vírus. Nós estamos arrumando alojamentos nas escolas que estão com as aulas suspensas, e em cada sala de aula nós estamos fazendo um dormitório. Vamos oferecer para eles orientação médica, alimentação, higiene, segurança para que fiquem isolados e não mais nas ruas”, explica o prefeito.

O secretário municipal de Assistência Social, José Mario Antunes da Silva, destaca que as abordagens serão realizadas pelas equipes do Serviço Especializado em Abordagem Social (SEAS) de forma contínua e planejada.

A gerente de Média Complexidade da Proteção Social Especial da SAS, Marcilene Rodrigues, explica a logística para atendimento aos moradores de situação de rua de Campo Grande.

“Na Escola Municipal Pe. Tomaz Ghirardelli ficarão migrantes, imigrantes e os idosos. Na Escola Municipal Doutor Plínio Barbosa Martins ficará a população de Rua de Campo Grande e no CETREMI (Centro de Triagem do Migrante e População em Situação) vai continuar atendendo àqueles casos mais graves, que são as pessoas usuárias de entorpecentes. No Centro POP vai ficar atendendo até sexta-feira e as pessoas terão acesso a higiene pessoal e depois encaminhadas ao acolhimento”, completou.

Locais de Acolhimento Institucional:

CETREMI – Centro de Triagem do Migrante e População em Situação de Rua na Rua Jornalista Marcos Fernandes, S/Nº - Jardim Veraneio / Parque dos Poderes, vai atender os casos mais graves e pessoas adictas.

Escola Municipal Pe. Tomaz Ghirardelli na Rua Lucia dos Santos nº 578 - Bairro Dom Antônio Barbosa, vai atender migrante e imigrante (homens mulheres e famílias.

Centro Dia – exclusivo para idosos.

Escola Municipal Doutor Plínio Barbosa Martins na Rua São Pio de Pietrelcina, 430 - Jardim das Macaúbas, vai atender população em situação de rua de Campo Grande.

Nos locais haverá alimentação, equipe técnica de plantão de 12/36h, coordenado, educadores sociais e merendeiras. Serão ofertadas 4 refeições por dia, há 4 banheiros feminino e 4 masculino (nas duas escolas). No Cetremi tem 8 banheiros e no Centro Dia 2 banheiros.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cidade
Mosquito Zero encerra atividades e elimina mais de mil focos de dengue
Cidade
Bancos estão atendendo em horários diferentes na capital
Cidade
Coronavírus - Detran alerta a importância de higienizar veículos
Cidade
Marquinhos pode abrir camelódromo e shoppings; boates ficarão fechadas
Cidade
Secretário apresenta plano para reabrir o comércio a partir de segunda
Cidade
Forças Armadas realizam descontaminação no aeroporto da capital
Cidade
Ação do Procon-MS em postos de combustíveis força redução dos preços
Cidade
Temendo crise de pandemia, Blues Bar vende créditos antecipados para clientes
Cidade
Empresário da capital doa safra de alface que não conseguiu vender
Cidade
Deputado pede por desinfecção das ruas da capital

Mais Lidas

Saúde
MS registra 62 casos de coronavírus
Polícia
Após seis boletins contra ex-marido, mulher é morta com tiro na cabeça
Geral
Caixa lançará aplicativo para cadastro em renda emergencial na terça
Oportunidade
UEMS abre seleção em cursos na modalidade à distância para professores