Menu
Busca sexta, 20 de setembro de 2019
(67) 99647-9098
Governo Segurança
Cidade

Esquadrilha da Fumaça escolhe Campo Grande para estrear piloto

A apresentação será durante o evento Portões Abertos, no dia 25 de agosto

14 agosto 2019 - 14h33Joilson Francelino

A Esquadrilha da Fumaça está prestes a formar mais um piloto e a primeira apresentação dele acontecerá no próximo dia 25 de agosto, no Portões Abertos da ALA 5 [Base Aérea], em Campo Grande.

A informação foi divulgada nas redes sociais da esquadrilha e o nome do piloto é mantido como “mistério” e será revelado apenas no dia. Ele ocupará a posição de número 7, conhecido como “isolado”.

O evento

A ALA 5, como todos os anos, abre os portões para receber a população campo-grandense em evento com diversas atrações, como: exposição de aeronaves, posições táticas, orientações sobre cuidados com a saúde, entre outras.

O Portões Abertos, que conta com praça de alimentação, começa às 10h e segue até as 17h e a apresentação da Esquadrilha da Fumaça está prevista para acontecer a partir das 15h.

A entrada é um quilo de alimento não perecível.

Toka do Jacare - perkal

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cidade
Prefeitura convoca candidatos aprovados em concursos de 2016
Cidade
Concurso para Guarda Civil Metropolitana foi autorizado
Cidade
Governo de MS investirá R$ 119 mi em obras de saneamento em 16 municípios
Cidade
Três araras foram encontradas mortas e sem cabeça
Cidade
Longen distribui mudas de árvores na Afonso Pena
Cidade
Prefeitura lança licitação de pavimentação do Tijuca
Cidade
14 de Julho tem trecho interditado para recapeamento
Cidade
Mais dois radares na Afonso Pena começam a multar
Cidade
Agehab prorroga suspensão de inscrições na capital
Cidade
Inmet prevê névoa seca e máxima de 39ºC nesta quinta-feira

Mais Lidas

Cidade
Mais dois radares na Afonso Pena começam a multar
Polícia
Para fazer ex-mulher sofrer, pai mata filho de 2 anos afogado em bacia
Internacional
Tragédia – Incêndio em escola mata 263 alunos e 2 professores
Polícia
Assassino de Ronaldo assume quatro homicídios da década de 80