Menu
Busca terça, 02 de junho de 2020
(67) 99647-9098
Cidade

Estado lança plataforma para mulheres em situação de violência

Objetivo da plataforma é coibir agressões de gênero principalmente durante o isolamento social

08 abril 2020 - 18h06Flávio Veras

O Governo de Mato Grosso do Sul lançou nesta quarta-feira (8) o site “Não Se Cale” para denúncias de violência contra mulher. O órgão explicou que, com o isolamento social, os casos de agressões de gênero e feminicídio podem aumentar, mas na plataforma digital as mulheres podem ter orientações e preencher formulário de denúncias. 

Em tempos de pandemia, com regras para distanciamento social, isolamento de casos suspeitos, teletrabalho, aulas suspensas e desemprego para muitas pessoas, a situação da mulher que vive um relacionamento abusivo e violento tende a piorar. 

“As agressões podem se agravar com a presença do agressor, da mulher e dos filhos por mais tempo dentro de casa. Nesse site as mulheres terão ao seu alcance um instrumento de uso fácil, com linguagem acessível para procurar informações sobre serviços e atendimentos, tirar dúvidas sobre procedimentos e legislações, além da possibilidade de entrarem em contato para atendimento online”, afirmou o Governo em nota.

 

O secretário de Estado de Governo e Gestão Estratégica,Eduardo Corrêa Riedel explicou que o endereço eletrônico é um instrumento de grande importância nesse momento que estamos vivendo e, certamente, vai ajudar muitas mulheres em situação de violência. “Nele elas podem perceber que estão sendo vítimas e procurem apoio especializado. Também é um site de estudos e de divulgação das políticas públicas existentes no Estado,  em constante atualização para que nossos serviços sejam aprimorados e ofereçam assistência humanizada e qualificada a todas as mulheres”, ressaltou.

Ainda conforme o Governo, a plataforma fala sobre o direito da mulher a viver sem violência, abordando de forma geral as diversas formas de violação de direitos e de violências de gênero: como feminicídio, crimes sexuais, violência obstétrica, entre outros. O site aborda com mais profundidade a violência doméstica, focando os relacionamentos entre jovens e as violências que sofrem as mulheres lésbicas, indígenas, negras, idosas, com deficiência e também a violência doméstica cometida contra mulheres no meio cristão, além de trazer dados, pesquisas, vídeos, podcasts, entrevistas e notícias.

“Em razão da pandemia pelo novo coronavírus e das medidas de proteção adotadas pelo Governo do Estado – como da adoção do home office para servidores há duas semanas, percebemos a ausência de um instrumento virtual que pudesse alcançar as mulheres em suas casas, de modo silencioso e eficaz nas informações, orientações e encaminhamentos”, informa a subsecretária de Políticas Públicas para Mulheres, Luciana Azambuja, explicando que o site “Não se cale” traz um conteúdo diversificado abrangendo não só a violência doméstica, como outras formas de violação dos direitos das mulheres, considerando as políticas públicas e os serviços existentes no Estado. Esta era uma demanda das mulheres de diferentes segmentos, inclusive de mulheres em situação de violência que ainda não estão prontas para participar de eventos e expor publicamente seus medos e dúvidas.

“Muitas mulheres não conhecem o trâmite processual após o registro da ocorrência na Delegacia de Polícia e o site traz essas informações detalhadamente”, explica a delegada titular da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher, Fernanda Felix. O site também divulga as ações do PROMUSE – Programa Mulher Segura -, da Polícia Militar e, conforme o tenente-coronel Josafá Dominoni, coordenador estadual do programa, “é uma excelente oportunidade para que todos os municípios tenham acesso às orientações e serviços existentes, pois traz endereços dos principais órgãos da rede em todo o Estado”.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cidade
Grupo antifascista organiza protesto em Campo Grande
Cidade
Terminais de ônibus passam por descontaminação
Cidade
Preço Abusivo: Procon-MS autua Mix Cosméticos por vender máscara a R$ 16,99
Cidade
Refis com até 100% de desconto começa nesta segunda e recursos serão destinados à saúde
Cidade
Coronavírus: Terminais recebem pias para higienização das mãos
Cidade
Abra portas e janelas: Oito bairros recebem fumacê nesta sexta
Cidade
Nova trecho de revitalização da 14 terá paisagismo e 76 novas árvores
Cidade
Marquinhos pode adiantar barreiras fixas nas entradas da capital
Cidade
AO VIVO - Veja o sorteio público de designação de moradias no Jardim Inápolis
Cidade
Amahsf faz sorteio de designação de apartamentos nesta sexta

Mais Lidas

Polícia
Detento é pego com maconha dentro de presídio na capital
Saúde
Confira onde 16 pediatras atenderão nesta manhã na capital
Oportunidade
Funtrab oferece 118 vagas para atuar em diversas áreas na capital
Polícia
Família busca por homem que desapareceu no Rita Vieira