Menu
Busca domingo, 25 de outubro de 2020
(67) 99647-9098
TJMS outubro20
Cidade

Fumaça impede voos de combate ao fogo na Serra do Amolar

Até a navegação foi prejudicada por causa da fumaça

30 setembro 2020 - 14h55Brenda Assis, com informações Portal MS

Esta quarta-feira (30) amanheceu com densa fumaça encobrindo toda a região do alto Pantanal de Corumbá, prometendo ser um dos dias mais quentes nesse período de seca e incêndios florestais. Às 06h, a temperatura já chegava a 28 graus, com sensação térmica de 30 graus, e umidade relativa do ar em 58%. Um cenário cinza, ambiente silencioso, sem as embarcações navegando. Aves circulam sem direção, em busca de abrigo, que foi destruído pelo fogo.

Os bombeiros de Mato Grosso do Sul e do Paraná se mobilizaram logo cedo, ao amanhecer, para a troca de turma que fará o monitoramento da área com maior intensidade de focos: o vale das baías Mandioré e Taquaral, onde, durante três dias, foi construída uma linha negra (contrafogo) de três quilômetros para conter o fogo que avança em direção à Serra do Amolar. Se esse fogo passasse, poderia se tornar incontrolável e atingir 70 mil hectares de reservas.

“A estratégia deu certo, o fogo chegou na linha e extinguiu-se”, informou a tenente bombeiro paranaense Luisiana Guimarães. Ela esteve à frente da difícil tarefa de controlar os focos numa região sensível ambientalmente e refúgio de pequenos e grandes animais, como a onça-pintada e o tatu-canastra (ameaçado de extinção). O difícil acesso, a partir da base montada na sede da RPPN Eliezer Batista, foi um dos desafios: são 8 km, grande parte de caminhada.

A coordenação da Operação Pantanal II definirá, em reunião na Marinha, em Ladário, as próximas etapas de prevenção e combate aos focos de calor em Corumbá. As guarnições dos bombeiros de MS e do PR que atuam na região do Amolar por mais de uma semana estão sendo desmobilizadas, reassumindo as equipes que estão chegando de Santa Catarina e do Distrito Federal. O fogo, nesse momento, avança em direção à Baía Vermelha, fronteira com a Bolívia.

O helicóptero do Ibama realizaria lançamentos de água nesta manhã, mas a operação foi abortada devido a densa fumaça que ainda encobre toda a região. Mesmo nestas condições climáticas, muitos barcos-hotéis circulam pelo Amolar, até a divisa do Estado com Mato Grosso, com centenas de pescadores esportivos. Mas o rio não está para peixe...

CertFica

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cidade
Prefeitura entrega prêmios do 5º sorteio da Nota Premiada
Cidade
Paisagismo é concluido em trecho da 14 de julho
Cidade
Detran-MS promete agilizar atendimento utilizando totens de serviços
Cidade
Sábia sai do hospital e precisa de ajuda para conseguir coisas básicas na casa nova
Cidade
Neste "finde" Sesau terá posto de vacinação no shopping Norte Sul
Cidade
Sejusp e Senad realizam leilão para vender 30 lotes de sucatas e veículos
Cidade
Após chuva, caminhão de lixo atola no Noroeste
Cidade
Imprensa cria "vakinha online" para ajudar companheiro de pautas
Cidade
Pesquisa vai nortear turismo em Campo Grande
Cidade
Reforma da Orla Morena começará após o período eleitoral

Mais Lidas

Polícia
Idoso que atirou em cachorro leva multa em R$ 2 mil
Cultura
A Fazenda 2020: Jojo Todynho bebe demais, 'arranca roupa' e corre pela casa
Cultura
Som da Concha traz diversidade de shows neste final de semana
Polícia
Empresa de segurança avisa dono, que casa estava sendo furtada e um acaba preso