Menu
Busca segunda, 25 de maio de 2020
(67) 99647-9098
TJ MS maio20
Cidade

Mais de 50 famílias indígenas conseguem lotes em Campo Grande

O loteamento indígena proposto pela prefeitura contemplou as famílias

25 abril 2019 - 15h15Rayani Santa Cruz

O sonho de 52 famílias indígenas aldeadas de Campo Grande foi concretizado com a entrega de terrenos regularizados em um loteamento indígena da cidade. Os tramites começaram há dois anos, com iniciativa da prefeitura e Agência Municipal de Habitação (Emha), que finalmente contemplou os índios na quarta-feira (24).

De acordo com a prefeitura, por meio da lei federal 13.465/2017, houve a regularização fundiária do loteamento indígena "Novo Dia". O projeto é pioneiro em todo o Brasil e estabelece uma série de obrigatoriedades a serem cumpridas pelo poder público com a finalidade de proporcionar a devida segurança jurídica aos moradores da comunidade.

A vice cacique, Rosana Poquiviqui, comemorou em nome de todos. “Para nós é uma alegria, um privilégio sermos os primeiros a estarmos recebendo o nosso lote. Agora vamos poder construir a nossa casa, abrigar os nossos filhos. Estou muito feliz pela equipe que trabalhou incansavelmente para que este dia acontecesse. Este dia é histórico para nós!”, afirmou.

Já o cacique Arsenial Francisco falou da expectativa em receber os documentos. “Você pode ver a esperança, a alegria de cada um nos olhos ao se tornar regularizado. Há cinco anos nós fizemos essa ocupação e hoje é um sonho concretizado. O prefeito deu essa credibilidade para toda a comunidade. Não dá nem para se expressar, mas dá para ver na alegria de cada patrício”.

O prefeito Marquinhos Trad fez questão de frisar que a invasão  transformou-se em entrega de escritura, domínio e posse para dar a certificação da propriedade aos terenas.

“Uma área que estava com reintegração de posse agora é oportunidade para as comunidades indígenas. São 52 títulos que serão pagos parceladamente para que todos fiquem regularizados”, explicou.

Parcelamento Bosque Santa Mônica

Localizado no parcelamento Bosque Santa Mônica, região urbana do Imbirussu, a regularização do loteamento indígena Novo Dia simboliza um avanço considerável na área de habitação de interesse social.

A comunidade indígena recebeu 52 contratos de regularização fundiária, 52 certidões de matrícula, 69 placas de numeração predial e mais 80 mudas de árvores frutíferas, além de material informativo sobre o processo detalhado de regularização fundiária realizado no local.

A viabilização da regularização fundiária no local, além de valorizar os imóveis, propicia a devida segurança jurídica das famílias, com os lotes devidamente documentados junto ao cartório com averbação em nome do novo proprietário. Cada beneficiário terá sua matrícula individual, inscrição municipal, endereço com numeração predial oficial. Dessa forma, os indígenas poderão investir em melhorias na casa, bem como terão a oportunidade de participar de programas de crédito específico, uma vez quem possuem a posse dos lotes.

Além disso, todos os cidadãos de Campo Grande também se beneficiam. Com a regularização fundiária deste loteamento, são mais de 1 milhão de reais que retornam aos cofres públicos para posterior investimentos em toda a região que abriga o loteamento.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cidade
"Não vamos pagar a folha de julho", diz Pedrossian se ajuda federal demorar
Cidade
Capital terá Refis, sem multa, juros e correção
Cidade
Vídeo - campeonato de pipas gera aglomeração na periferia
Cidade
Sistemas informatizados dão mais segurança ao monitoramento do coronavírus
Cidade
Servidores da prefeitura retomam jornada de trabalho com mudanças
Cidade
Saídas de Campo Grande terão barreiras sanitárias na próxima semana
Cidade
Etapa final da 14 de Julho deve ser recapeada em uma semana
Cidade
Governo analisa antecipação de nove feriados em MS
Cidade
Fumacê passará por quatro bairros da capital nessa quinta
Cidade
Estado garante 1,7 mil moradias em 2020, na capital

Mais Lidas

Polícia
Homem encontra corpo do amigo morto em cima da cama
Internacional
OMS suspende testes com cloroquina e hidroxicloroquina contra a Covid-19
Polícia
Quatro bairros de Campo Grande receberão fumacê nesta segunda
Polícia
Tenente-coronel Wagner Ferreira assume comando do DOF