Menu
Busca segunda, 25 de outubro de 2021
(67) 99647-9098
Senar 18 10 21
Cidade

Moradores reclamam de falta de água em residencial; estudante chega a sair de casa

Em contato com a rede de abastecimento, a Águas Guariroba disse que o problema é interno

23 setembro 2021 - 12h01Matheus Rondon

Moradores do Residencial Carimã, localizado no Bairro Chácara Cachoeira, reclamam de falta de água no condomínio. Uma moradora enviou um vídeo para a redação do JD1 Notícias, mostrando a situação, que tem gerado grande problema, como realizar atividades básicas, como higiene pessoal e tomar água.

Pelas imagens, Carolina Assis, mostra a torneira da cozinha seca. “Estou há três dias tendo que ir trabalhar sem tomar banho, saio do trabalho e vou pra minha mãe, lá tomo banho e vou pra casa à noite. Tá bem difícil, aqui temos crianças e moradora gestante também.”, disse.

Segundo Carolina, o problema atinge apenas alguns blocos, o que indica que o problema seria interno. “ Os blocos que ficam na parte superior são os mais prejudicados. Falamos com a Águas Guariroba, e eles disseram que seria um problema do condomínio.” Explica.

A estudante Nathalia Klein, de 23 anos, ficou tão desconfortável com a situação que precisou ir para o apartamento da tia dela, que fica no centro de Campo Grande. São 4 km de distância, caminho que precisa percorrer quando necessário. “Eu tive que fechar o meu apartamento e fui para a minha madrinha. Essa situação não é de hoje, há umas três semanas começou a faltar água nas casas.”

Segundo relato das duas moradoras, o grupo do residencial ficou movimentado com tantas reclamações e zelador verificou as caixas d´gua. “Ele disse que a caixa não estava cheia. Essa semana começou a faltar água em muitos blocos e as reclamações aumentaram. Sem água há dois dias, como não ficar estressada?”, disse.

Para tentar resolver a situação, os moradores resolveram se unir e pedir que fosse contratado um caminhão pipa, para abastecer o condomínio. “O caminhão pipa custa R$ 350 para 10 mil litros.”, explica Nathalia

Em contato com o sindico do residencial, as moradoras disseram que ele alega que o problema é da rede de abastecimento de água e não interno. A águas Guariroba informou que o abastecimento do local segue normalmente e que é provável que o problema seja interno, já que a região está recebendo água normalmente. Neste caso, a empresa orienta que seja procurado um encanador de confiança, para que o problema possa ser solucionado.

A equipe de reportagem tentou contato com o responsável do residencial, mas até o fechamento desta matéria não obteve resposta.

Unica - primavera

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cidade
Feira Central deve funcionar normalmente na noite de hoje
Cidade
Por causa da previsão de tempestade Central 156 da Prefeitura vai até as 21 horas hoje
Cidade
Ao vivo: Marquinhos fala sobre medidas de prevenção para tempestade prevista no fim de semana
Cidade
Maria Aparecida Pedrossian e 7 de setembro recebem recapeamento
Cidade
Energisa conta com helicóptero para auxiliar na recuperação da área rural
Cidade
Procon solicita agilidade no restabelecimento de telefonia celular no Estado
Cidade
Ao vivo: Bombeiros falam sobre o vendaval de sexta
Cidade
Para explicar sobre falta de energia em delegacias, Energisa emite nota para a DPCG
Cidade
Vídeo: Cobra é capturada pela PMA em para-choque de carro
Cidade
Famílias da região da Vila Nasser recebem cestas básicas

Mais Lidas

Vídeos
Tempestade atinge Bodoquena agora
Vídeos
Granizo em Dois Irmãos
Vídeos
Tempestade com granizo atinge Campo Grande agora
Vídeos
Vídeo: Fogo na fiação elétrica deixa funcionário da Energisa preso em uma 'chuva' de faísca