Menu
Busca quinta, 27 de janeiro de 2022
(67) 99647-9098
TJMS Jan22
Cidade

Procon-MS notifica companhias aéreas e pede explicação sobre voos cancelados

O cancelamento ocorreu devido ao aumento no número de casos de covid e influenza nas tripulações

14 janeiro 2022 - 15h29Taynara Menezes

A Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor (Procon-MS) está investigando e buscando explicações das companhias aéreas Gol, Azul e Latam a respeito dos cancelamentos de voos devido ao aumento no número de casos de Covid-19 e influenza nas tripulações.

Na notificação, o órgão questiona a quantidade de voos cancelados desde dezembro de 2021, afetando diversos passageiros e interroga quais medidas foram tomadas para minimizar essa situação. Outra questão levantada no documento é com qual antecedência os passageiros tem sido informados dos cancelamentos dos voos, se estão recebendo assistência material e quantos passageiros optaram pelo reembolso ou pela realocação em outro voo.

As empresas aéreas deverão informar a quantidade de funcionários diagnosticados com Covid-19, com a função e qual o impacto nos voos. Além, de ter que informar o número de funcionários vacinados contra Covid e influenza, assim como se há exigência de uso de máscaras, quais são as medidas de biossegurança adotadas e existe testagem contínua dos funcionários e se é adotada escala subsidiária para a tripulação.

Consumidor

O Procon-MS recomendou que sejam adotadas as medidas previstas no Código de Defesa do Consumidor, como a divulgação de forma ostensiva, clara e adequada acerca das alterações de voos e cancelamentos. Também de prestar a devida assistência material aos passageiros, nos casos de atraso, cancelamento de voo, interrupção de serviço ou preterição de passageiro.

Também foi exigido que as companhias comuniquem ao consumidor, a partir do cancelamento dos voos, as alternativas de reacomodação, reembolso e execução do serviço por outra modalidade de transporte, devendo a escolha ser do passageiro. Nos casos em que o consumidor optar pelo reembolso do valor da passagem, a restituição deve ocorrer dentro do prazo estabelecido da resolução nº 400/2016 da Anac.

Por último, o órgão recomenda a criação de meios eficientes de revezamento subsidiário da tripulação, com reserva de segurança, assegurando a manutenção dos serviços de transporte aéreo.

Senar - Jan22

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cidade
Olarte tem seu pedido no TJ negado e continua preso
Cidade
Campo Grande irá contar com uma UPA animal
Cidade
Santa Casa inicia campanha de arrecadação de roupas e calçados masculinos
Cidade
Ouriço é capturado por policiais em quintal de residência na Capital
Cidade
Em combate à dengue, fumacê circula 18 bairros da Capital
Cidade
Prefeitura divulga lista de convocados para entrevistador social
Cidade
Volta às aulas anima setor e leva pais às compras com antecedência na Capital
Cidade
Fumacê contra o Aedes aegypti percorre 16 bairros da Capital
Saúde
Confira os pontos de vacinação para esta terça-feira
Cidade
Carnaval é cancelado ou adiado em 24 capitais e o Distrito Federal, incluindo Campo Grande

Mais Lidas

Polícia
Homem passa mal e morre na casa da mãe
Polícia
Irmãos matam pai a pauladas por acharem que ele matou a mãe deles
Comportamento
Murilo abre mão de bens na divisão do patrimônio de Marília, diz colunista
Polícia
Homem esfaqueado no peito pela esposa no Noroeste morre no hospital