Menu
Busca quarta, 28 de julho de 2021
(67) 99647-9098
Senai - EAD_senai_graduação
Cidade

Restrições começam hoje

Campo Grande e 42 cidades "fecham" por 15 dias

13 junho 2021 - 07h30Joilson Francelino

Atendendo pedido da Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul (Assomasul), e, parcialmente, requerimento do prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad, a Secretaria de Estado de Saúde adiou para este domingo (13), as restrições impostas pelo Programa Prosseguir.

Na quinta-feira (10), o Prosseguir atualizou a situação dos municípios colocando a maioria na bandeira cinza, que impõe apenas o funcionamento das atividades consideradas essenciais e toque de recolher a partir das 20 horas. A decisão não caiu bem, principalmente para o setor do comércio de Campo Grande, que vinha se preparando para a venda do Dia dos Namorados. Na tentativa de reverter a situação, representantes do setor solicitaram a Marquinhos para que as medidas tivessem início na segunda-feira (14), para não prejudicar os comerciantes que, inclusive, já haviam feito estoque para o Dia dos Namorados – considerada uma das três datas de maior lucratividade, e teriam um grande prejuízo caso fechassem as portas já na sexta. O pedido foi levado ao Governo que deu 48 horas de prazo para o início das restrições.

O secretário Geraldo Resende reconheceu o argumento de que os municípios não tiveram tempo suficiente para se programar e preparar a população para as novas medidas restritivas que estão sendo impostas. “Por isso, mesmo ressaltando que a finalidade precípua [principal] da Secretaria de Estado de Saúde é sempre resguardar a saúde pública, não há como desconsiderar que os atos da administração têm impacto em diversos outros ramos, a exemplo da economia”, disse Resende.

Prosseguir – As mudanças levam em consideração a superlotação nos hospitais, que registram taxa de ocupação global de leitos de UTI/SUS acima dos 90% nas quatro macrorregiões de saúde do Estado (Campo Grande, Dourados, Corumbá e Três Lagoas).

De acordo com a reclassificação dos municípios, 43 passam para a bandeira epidemiológica cinza, de grau extremo, seguindo uma série de restrições, como toque de recolher às 20h e funcionamento apenas de serviços considerados essenciais. Outras sete cidades foram classificadas na bandeira laranja (grau de risco médio) e 29 foram colocadas na bandeira vermelha (grau de risco alto).

Campo Grande, que estava na bandeira vermelha, passa agora para a bandeira cinza e, a partir de hoje, apenas as atividades consideradas essenciais funcionarão. As medidas valem pelos próximos 15 dias e, ao final, o Prosseguir será atualizado.

Vai di Vinho

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cidade
Prefeitura retorna com expediente normal na próxima segunda-feira
Cidade
Equipe da SAS que já realizou 600 abordagens, amplia trabalhos nas ruas
Cidade
Afonso Pena terá trecho interditado na quinta-feira
Geral
Vídeo: Você viu o Luxinho? Cachorro de idosa de 92 anos está desaparecido na Capital
Cidade
4 mil peças de roupas são arrecadadas por servidores municipais
Cidade
Governo do estado e prefeitura garantem casas para moradores da antiga favela Cidade de Deus
Cidade
Foi selecionado? Prefeitura convoca aprovados em dois processos
Vídeos
Ao vivo: REME retoma aulas presenciais
Cidade
Agetran prevê liberação da Antônio Maria Coelho no sábado
Cidade
Foram entregues R$ 70 mil a ganhadores da 'Nota Premiada' de Campo Grande

Mais Lidas

Geral
Vídeo: “Casado me deito, com chifre me levanto”, corno flagra traição da esposa
Brasil
Vídeo: 'Corno escandaloso' descobre traição e faz barraco em estacionamento
Geral
Vídeo: Homem surta e se joga em frente a ônibus em movimento; cenas fortes
Polícia
Pai encontra filho de 18 anos enforcado na varanda de casa