Menu
Busca domingo, 29 de março de 2020
(67) 99647-9098
TJMS topo
Cidade

"Todos devem ajudar", diz Marquinhos ao lançar megaoperação contra dengue

Ação começará pela região do Imbirussu e seguirá pelos próximos 70 dias em toda cidade

22 janeiro 2020 - 11h25Joilson Francelino e Priscilla Porangaba

O prefeito Marquinhos Trad lançou na manhã desta quarta-feira (22) uma megaoperação de combate a dengue e destacou a importância da ajuda da população, na limpeza de seus quintais e cuidados nas residências.

Marquinhos destaca que não é possível invadir um imóvel. “Tem casas que dão vergonha de falar que moram seres humanos. Os que matem a casa limpa sofrem pelos que não cuidam. Que a gente conscientize esse pessoa a cuidar do próximo”, discursou. Dados da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) revelam que 80% dos focos estão nas residências.

Para o secretário da Sesau, José Mauro Filho, a quantidade apontada pelo levantamento é preocupante. “São locais que estão criando os mosquitos e que recorrentemente vem acontecendo a epidemia, com óbitos. Foram três mortes no início do ano”, contou. Ele ainda ressalta que Campo Grande ainda não passa por uma epidemia, mas está perto. “Estamos tomando atitude antes que a situação se agrave”, disparou sobre a campanha. 

A ação também contará com o fumacê no combate com10 mil litros de inseticida, onde 40% será destinado para uso em Campo Grande.

A operação começa pela região do Imbirussu por ter apresentado alto índice de infestação. No total, a ação será deflagrada em 70 dias e atingirá todas as regiões da capital, com apoio da Sisep, Exército e Guarda Municipal (no caso de imóveis fechados), além do setor privado. 

 

O secretário da Sisep, Rude Fioresi, explicou qual será o apoio da secretaria na ação. “Faremos a limpeza das áreas públicas, o recolhimento dos materiais nas áreas de transbordos. Ao todo, são quatro pontos de coleta distribuídos nas regiões”, disse.

Os trabalhos devem durar em torno de sete dias em cada região, respeitando a ordem pré-definida, confira o cronograma:

1ª Semana – 22 a 28 de janeiro, no Imbirussu.
2ª Semana – 29 de janeiro a 4 de fevereiro, no Anhanduizinho.
3ª Semana – 5 a 11 de fevereiro, no Bandeira.
4ª Semana – 12 a 18 de fevereiro, no Prosa.
5ª Semana – 19 a 25 de fevereiro, no Lagoa.
6ª Semana – 26 de fevereiro a 3 de março, no Segredo.
7ª Semana – 4 a 10 de março, no Centro.

Assembleia - Mais ALEMS

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cidade
Fechamento das igrejas na capital dependerá de decisão judicial
Cidade
Comércio de Campo Grande continuará fechado
Cidade
14 de Julho recebe árvores de erva mate em nova fase do paisagismo
Cidade
Disque Dúvidas Coronavírus já atendeu mais de 500 pessoas
Cidade
Passeata mistura pautas locais e nacionais
Cidade
“Fiquem em casa, está dando certo”, dispara Marquinhos
Cidade
Marquinhos decreta retomada parcial da construção civil
Cidade
Capital recebe 7 toneladas de alimentos para ajudar moradores de rua
Cidade
Restaurantes, lotéricas e igrejas abrirão “sob condições” na capital
Cidade
Aeroporto da capital terá barreira sanitária

Mais Lidas

Tecnologia
Universidade cria aplicativo que informa pessoas com coronavírus
Polícia
Homem ameaça jovem, da facada em sobrinho e é parado por testemunhas
Saúde
Com 5 novos casos, MS tem 36 pessoas com coronavírus
Saúde
Itália registra mais 756 mortes por coronavírus