Menu
Busca sexta, 18 de junho de 2021
(67) 99647-9098
Senar - junho21
Cidade

Toque de recolher volta para às 21h nesta segunda

Horário de 22h era especial para a semana do Dia das Mães

10 maio 2021 - 14h13Brenda Assis

Seguindo os decretos municipais, o toque de recolher volta para às 21h nesta segunda-feira (10), na Capital. Na semana passada, a prefeitura fez um breve relaxamento das medidas preventivas, fazendo que por cinco dias, o comércio noturno pudesse funcionar até às 22h.

Campo Grande está atualmente na bandeira vermelha, que determina recolhimento obrigatório a partir das 21 horas. O Prosseguir será atualizado na quarta-feira (12), onde pode haver uma nova mudança no horário do toque de recolher na Capital, que está com 94% de taxa de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Sistema Único de Saúde (SUS), de acordo com o boletim desta segunda-feira (10).

Para a Capital entrar no toque de recolher a partir de 22h, é necessário que seja classificada como bandeira verde, amarela e laranja, as mais flexíveis no Programa Prosseguir.

Vai di Vinho

Deixe seu Comentário

Leia Também

Saúde
AO VIVO: Capital retoma vacinação contra covid após 'pausa' de cinco dias
Cidade
Campo Grande recebe 22.938 mil de vacinas contra a Covid
Cidade
Prefeitura inicia obras na Pedro Celestino entre a Antônio Maria Coelho e Maracaju
Cidade
Estão abertas as inscrições para o sorteio de lotes no Oscar Salazar
Saúde
Na luta contra covid, MS transfere mais três pacientes para Rondônia
Cidade
Foi selecionado? Prefeitura convoca 51 candidatos aprovados em seleção
Cidade
AO VIVO - Após flexibilização, movimento é 'tímido' no centro de Campo Grande
Cidade
Shoppings reabrem com novo decreto; veja os horários
Cidade
Após Marquinhos, prefeito de Três Lagoas também flexibiliza medidas
Cidade
Na sinceridade, Magno pede dinheiro para pinga, mas sonha com vida longe do vício

Mais Lidas

Polícia
Tio engravida sobrinha de 13 anos e tia tenta fazer aborto, mas criança nasce
Geral
Ciclista morre ao ser atropelado voltando do serviço
Geral
Agente penitenciário é mais uma vítima da Covid-19 na capital
Polícia
Pastor preso por estupro de adolescentes, já foi detido por violência doméstica