Menu
Busca terça, 22 de outubro de 2019
(67) 99647-9098
Governo vitimas
COLUNA

Carlos Voges

Carlos Voges

Feijoada

22 junho 2019 - 08h00

A feijoada promovida pelo Instituto Tamojunto foi a assunto da semana nas rodas de conversa política. O evento organizado pelo secretário especial do Governo, Carlos Alberto de Assis, recebeu muitos elogios e teve como uma das atrações a rainha da bateria do Salgueiro, Viviane Araújo.

Solidariedade

Dep. Jamilson, gov Azambuja, Sérgio de Paula, Nelsinho e dep. Beto 
Há sete anos a feijoada Tamojunto passou a fazer parte do calendário de eventos de  Campo Grande. Os recursos arrecadados são direcionados para o atendimento de pessoas carentes da Capital. A sociedade e a classe política prestigiam em massa a iniciativa de solidariedade para amenizar o sofrimento das famílias desassistidas.

Exonerado
Bastou encerrar seu mandato para o ex-senador Pedro Chaves perder força e prestígio no Palácio do Planalto. Essa semana ele testemunhou a queda de seu apadrinhado político da superintendência da Sudeco. Marcos Derzi,  cujo seu maior atributo no currículo é  ser empresário da noite,  foi acusado de estelionato e não resistiu à denúncia.

Currículo
O novo superintendente da Sudeco, Nelson Fraga,  é economista  e  trabalhou na assessoria técnica em todo mandato do ex-senador Moka.  Ele ainda assessorou Nelsinho Trad no início do mandato do senador quando passou a assessorar a liderança do governo no Senado. Em seguida, foi alçado à Sudeco com as bênçãos da ministra Tereza Cristina (é o que se ouve no tapete azul da Câmara Alta).

Alinhados
A ministra Tereza Cristina e o vice-governador estão alinhando o discurso para eleger o presidente da executiva regional do DEM/MS. A composição enfraquece o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, que tem pretensão de indicar o nome para presidir o partido no Estado.

Prevenção
 Antônio Vaz apresenta projeto de prevenção contra gripe
O mandato do deputado Antônio Vaz ganha relevância com suas freqüentes ações voltadas para a área da Saúde. Na semana passada, o parlamentar apresentou Projeto de Lei que institui no Calendário Oficial de Eventos do governo estadual, a Semana de Prevenção e Combate da Gripe H1N1.

Conscientização
A secretaria estadual de Saúde informou que  até o dia 11 de junho já foram registradas 15 mortes por gripe H1N1 em Mato Grosso do Sul.  “Espero que a ampla divulgação em toda rede de ensino, nos órgãos da saúde e demais alcance do Estado, ajude na conscientização para o controle da doença”, disse o deputado Vaz. 

Convênios
O ministro Luiz Henrique Mandetta inicia, na próxima semana, uma agenda internacional com escalas em Londres e Osaka no Japão. No Reino Unido, participa do lançamento do Prosperity Fund, programa do governo inglês em apoio a ações de Saúde, em oito países, entre eles o Brasil, onde deverá assinar convênios de cooperação com recursos em libras.

Apelo
No Japão, Mandetta estará entre os ministros de Saúde e os ministros de Economia dos países integrantes do G20, acompanhando o presidente Jair Bolsonaro.. O ministro sul-mato-grossense pedirá a todos os líderes o empenho para reverter a queda das coberturas vicinais em todo o mundo

Pedra no caminho 
Fábio Trad avisa que deputados podem avalizar decisão do Senado
O deputado federal Fábio Trad, pelo que tem escutado nos corredores do Congresso, acredita que o Governo Federal terá dificuldade para reverter a derrubada dos decretos do presidente Bolsonaro flexibilizando o porte de armas. A impressão do parlamentar é de que a Câmara dos Deputados tende a seguir a decisão do Senado, principalmente as bancadas da educação, evangélica e jurista.

Prognóstico
Advogado criminalista, Fábio Trad não pretende manifestar sua opinião neste momento. No entanto, adianta que há um clima na Câmara a favor da derrubada dos decretos. “Boa parte dos deputados entende que a proposta não poderia ser feita via decreto, alterando uma lei, porque o Estatuto do desarmamento é lei e não pode ser alterado por decreto”, explicou.

Festejo
A Câmara dos Deputados realizou sessão solene para comemorar o aniversário da Retomada de Corumbá que completou 152 anos. A proposição foi do deputado federal Dr Luiz Ovando (PSL MS).

Deixe seu Comentário

Leia Também

Primeira mão
Primeira mão
Arrojado
Vicío
Embaixada