Menu
Busca quinta, 29 de outubro de 2020
(67) 99647-9098
TJMS outubro20
COLUNA

Esplanada

Leandro Mazzini

Marinho x Guedes

21 setembro 2020 - 07h00

Quem circula nos corredores do Palácio do Planalto sabe que o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, não tem oposição do presidente Jair Bolsonaro – embora claramente não conte com aval – para trabalhar seu nome como potencial substituto do chefão da Economia, Paulo Guedes, em caso de desgaste do mesmo. O que, aliás, ocorre há semanas. Os palacianos assistem a batalha silenciosos como quem vê uma iminente e natural transição. Guedes se desgastou com o Congresso em embates (até pessoalmente, nas audiências). Ex-deputado, Marinho vê brecha para crescer junto aos parlamentares e agradar ao chefe no momento em que o Centrão – time do qual é egresso no plenário – ganha corpo e canetas no Governo. Não bastasse o clima tenso, o plano original de Guedes foi contaminado pela pandemia e segue na UTI.

Perfis

Para Bolsonaro, que precisa de capital eleitoral no evidente projeto de reeleição, um ministro político na Economia é mais aceitável no Congresso que um técnico ‘brigão’.

Risco na conta

A Economia está virando um ministério mais político-eleitoral que técnico, com saída de especialistas. O cenário para muitos, infelizmente, é de uma potencial regressão.

Só deu ele

O PT sumiu da disputa eleitoral em todas as capitais este ano. É o resultado, criticado internamente no partido, do perfil centralizador de Lula da Silva, que não formou líderes locais.

Capital dos dossiês

Dois diretores da Agência Nacional de Mineração (ANM) foram informados de que uma empresa particular de investigação foi contratada para levantar a vida dos chefes da agência e com quem se relacionam. Na informação consta ainda que todos os serviços são pagos por uma das maiores bancas de advocacia de São Paulo, que possui grande número de demandas na Agência.

Arapongagem

Não se sabe o real interesse na investigação, mas os diretores já estudam tomar medidas jurídicas sobre a arapongagem.

Atravessou

A direção nacional do PT marcou gol contra os petistas da Paraíba que homologaram a candidatura do deputado estadual Anísio Silva à Prefeitura de João Pessoa. Por 53 votos contra 13, a executiva regional aprovou a candidatura. Mas a presidente Gleisi Hoffmann emitiu nota afirmando que o PT apoiará Ricardo Coutinho, do PSB. O ex-governador é acusado de chefiar organização criminosa para desviar recursos no Estado.

Na outra cadeira

O ex-ministro da Justiça Sérgio Moro terá de prestar depoimento dia 2 de outubro, em Curitiba, como testemunha no inquérito 4828 que tramita no STF, sobre a suspeita de ingerência do presidente Jair Bolsonaro na PF.

Heroína

A TV Escola exibe hoje, às 21h, o documentário inédito “Inesquecível”. É a história da professora e heroína Heley Batista, de Janaúba (MG), que há 3 anos evitou tragédia maior no ataque de um doente mental que incendiou uma sala cheia de crianças – mais de 10 morreram. A narração é do ator Carlos Vereza, com doc produzido pelo próprio presidente da emissora, o jornalista Francisco Câmpera.

MERCADO

Grão$

Os números da safra da soja brasileira saem dia 8 de outubro, e com viés de forte alta.

Prêmio..

A Lotex dá dor de cabeça na burocracia da Esplanada. O consórcio Estrela Instantânea (Scientific Games International e International Game Technology) acaba de informar ao ministro Guedes que pediu mais 15 dias para formalidades internas.

..travado

A Caixa e o Governo seguram desde 17 de julho a formalização do contrato de distribuição na rede lotérica da Lotex pelo banco. Segundo projeções, estima-se que a Lotex vá render mais de R$ 25 bilhões aos cofres da União durante a concessão.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Garantias
Cabo de Guerra
Camburão no plenário
Tensão na portaria
Solução milionária