Menu
Busca domingo, 28 de fevereiro de 2021
(67) 99647-9098
Governo - campanha estado que cresce - Topo
COLUNA

Esplanada

Leandro Mazzini

Operação Lira

19 janeiro 2021 - 07h00

Acossado pela ameaça de impeachment, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) intensifica as articulações para evitar reveses no Congresso, principalmente na Câmara, onde processos por crime de responsabilidade contra presidentes começam a tramitar. Bolsonaro tem recebido deputados do Centrão em seu gabinete diariamente. A agenda privilegia bancadas que, apesar de terem declarado apoio ao candidato do Planalto, Arthur Lira (PP-AL), ainda estão divididas. A ordem é afinar o discurso e ampliar os votos para evitar que o grupo de Rodrigo Maia (DEM-RJ) vença a disputa.

Alerta

No Planalto, a avaliação é de que, por ora, não há ameaça de impeachment, mas Bolsonaro e a cúpula do Governo estão em alerta para eventuais desdobramentos após a definição, em fevereiro, dos novos comandos da Câmara e do Senado.

Recorde

Bolsonaro é o presidente recordista em pedidos de impeachment. Já são 60 protocolados e, nesta semana, será alvo de mais um – por suposta responsabilidade no colapso da saúde em Manaus.

Carta

Candidato de Rodrigo Maia, o deputado Baleia Rossi (MDB-SP) angariou o apoio da oposição após concordar com a carta de compromisso que prevê, no item 3.6: “Dar resposta a crimes do Executivo, incluindo analisar denúncias de crimes do presidente da República”.

Cadastro

Previsto no Plano Nacional de Imunização entregue ao Supremo Tribunal Federal (STF), o cadastro do Ministério da Saúde para identificar cidadãos que já se vacinaram contra o novo coronavírus ainda não foi implementado.

Vacina Já 

O cadastro do governo de São Paulo, Vacina Já, foi disponibilizado logo pós a aprovação do uso emergencial da CoronaVac pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Nos municípios, como em Uberlândia (MG), o cadastro, pelo site da prefeitura, também começou no domingo.

Bancada de risco

Dos 513 atuais deputados da Câmara, cerca de 140 têm mais de 60 anos e são propensos a ter mais complicações entre os infectados pelo novo coronavírus. Em meio à escalada da pandemia, a bancada de risco terá que estar presente à votação que vai eleger o novo presidente da Casa, em 1º de fevereiro.

Aglomeração

Pela controversa decisão da Mesa Diretora da Câmara, a votação se dará por meio de urnas que serão instaladas no Salão Verde e salas de comissões – locais abafados e com pouca ventilação. 

Traições

Em ampla desvantagem frente ao bloco de Rodrigo Pacheco (DEM-MG), a senadora Simone Tebet (MDB-MS) tenta engrenar sua candidatura e busca individualmente senadores de partidos que já declararam apoio ao democrata. A votação, no dia 1º de fevereiro, é secreta – o que abre possibilidade de traições e dissidências à orientação  das cúpulas dos partidos.

Clima

Com o apoio de nove bancadas, além de senadores avulsos de partidos que estão com Tebet – como Podemos e PSDB -, Pacheco já soma 44 votos, três a mais que o necessário para levar a presidência do Senado. O clima, discreto no bloco, é de “já ganhou”.

Ford   

O fechamento das três unidades da Ford - Bahia, Ceará e São Paulo - resultará em uma perda potencial de 118.864 mil postos de trabalho diretos e indiretos. Já a queda de arrecadação de tributos e contribuições ficará na ordem de R$ 3 bilhões ao ano, segundo estimativas do Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

Abrace a Vacina

Organizações da sociedade civil, como a CNBB, e especialistas em saúde pública do Brasil lançaram a campanha “Abrace a Vacina”. Para dom Walmor Oliveira, presidente da CNBB, a cura da pandemia “exige compromisso com a verdade e a verdade que precisa ser afirmada agora é que a vacina é a arma mais eficaz no combate ao Covid”.

ESPLANADEIRA

# Imovelweb lança “Troca Fácil”, solução que traz facilidades para quem quer trocar de imóvel. # Fina Flor Bronzeamento promove Dia D Plus, dia 23, às 8h. # Marfrig, empresa de proteína bovina, cria Diretoria de Saúde Ocupacional. # Duo Santoro apresenta concerto "O Compositor é Vivo!" em sua página oficial no YouTube, dia 2, em comemoração aos 30 anos de carreira.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Caixa vazio
Dedo na tomada
Esqueceram de mim
2020 não acabou
Maioria apoia condenação de Lula