Menu
Busca terça, 26 de maio de 2020
(67) 99647-9098
TJ MS maio20
COLUNA

Esplanada

Leandro Mazzini

Risco nas contas

21 maio 2020 - 07h22

Em reunião online com dirigentes do setor de comércio na terça-feira fim do dia, o ministro da Economia, Paulo Guedes, alertou para o risco nas contas públicas com os gastos emergenciais necessários para salvar a Saúde, Estados e prefeituras. “Temporariamente interrompemos as reformas estruturantes (...) O Brasil gastou de impacto fiscal duas vezes a média dos (países) emergentes (2,3%), foi 4,6% do PIB, e acima da média dos países avançados, que é de 4,4%”. Guedes acendeu o alerta ao dizer que “isso é só o impacto da onda da saúde, ainda virá o impacto da economia”.

 

Funcionalismo espera

 

O ministro cravou que o funcionalismo terá de esperar. “É importante que não haja aumento para funcionalismo. Temos que dar dinheiro para a Saúde, para o problema da Saúde, e não para ficar alimentando a máquina num momento grave como esse”.

 

Comporta aberta

 

Carlos Marun, o famoso ministro do front da tropa de Michel Temer, foi reconduzido como conselheiro da Usina Itaipu. Gostem ou não dele, o Trator mostrou serviço lá.

 

Letivo perdido

 

Dificilmente as Universidades Federais voltarão a ter aulas presenciais. O máximo que farão será um plano de aulas nos campus para ajustar disciplinas para 2021.

 

Ouvidos abertos

 

Paulo Guedes recebeu (online) o setor de serviços, após ser criticado por só ouvir os industriais. Guedes argumentou que é mais fácil conversar com a indústria, diante do tamanho potencial de diversificado do setor de Serviços. O presidente da Frente Parlamentar do Setor, deputado federal Laércio Oliveira, convidou 30 entidades com representação nacional para participar da reunião virtual.

 

 

 

Onda Guediana

 

No encontro virtual, Guedes revelou que daqui a 30 dias vai começar a “disparar nossas ondas de investimentos e ondas de apoio à produção e emprego”.

 

Palácio do Contágio

 

O governador, Paulo Câmara, a vice Luciana Santos, o assessor Eduardo Machado e o chefe de gabinete do Palácio, Milton Coelho, estão contaminados por coronavírus. De quebra, o secretário de Saúde, André Longo, que despacha fora, entrou na lista.

 

MERCADO

 

Roda a roleta

 

Há lobby forte no Congresso, com aval discreto do Planalto, para liberação de cassinos em resorts no Brasil. Os maiores interessados são Sheldon Adelson e Donald Trump.

 

USA & BR

 

O Governo dos Estados Unidos já doou para o Brasil US$ 6,5 milhões ( R$ 37 milhões) para combate ao coronavírus. Maioria das ações direcionadas à região amazônica.

 

Explica aí

 

O Ministério Público de Pernambuco solicitou à Prefeitura do Recife informações mais claras e detalhadas sobre as licitações e investimentos no combate à pandemia. Para os promotores, o Portal de Transparência do município não justifica  despesa, quantidade de produtos adquiridos, local da entrega dos bens ou prestação do serviço.

 

Store Drive Thru

 

Os shoppings das organizações Paulo Octavio no DF inovaram para não sacrificar mais os lojistas e manter as ações de combate ao Covid-19. Lançaram o Drive Thru com adesão (até ontem) de 174 lojas de quatro shoppings. O cliente compra o produto online ou por whatsapp, agenda horário, e o retira no estacionamento das unidades sem descer do carro. 

 

Termômetro

 

Um empresário paulistano leitor da Coluna, dono de duas concessionárias de revendas de veículos, conta o cenário: não vende um carro sequer há 60 dias.

 

Ponto final

 

2020 é um ano nulo, para apagar da História da Humanidade, para pular no calendário.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasileiro adia contas
A prudência do ministro
Saldo devedor
Risco nas contas
Adiamento da eleição