Menu
Busca sábado, 19 de outubro de 2019
(67) 99647-9098
Governo vitimas
COLUNA

Mondovino

Donizetti Vicentin

Aposentadoria de um fora de série

17 maio 2019 - 15h36

Vivemos numa época em que algumas pessoas mudam a história com suas ideias e suas contribuições como é o caso de Bill Gates, Steve Jobs, entre outros é o caso Robert Parker Jr. Considerado o pai da crítica de vinhos moderna, fundador da prestigiada publicação Wine Advocate.

As origens do The Wine Advocate remontam a 1967, quando Robert Parker fez uma breve pausa da vida universitária americana para fazer a sua primeira viagem a França em companhia de uma jovem que estudava na Alsácia. Essa estudante em breve se tornaria a Sra. Patrícia Parker e assim permanece até hoje. Foi nesta viagem que Robert Parker conheceu a grande paixão de sua vida: o vinho.

Ao final dos anos 60, o conceito de "The Wine Advocate" criou raízes na mente de Robert Parker, mas neste meio tempo ele formou-se na Faculdade de Direito da Universidade de Maryland em 1973 e entrou para uma firma como advogado praticante perto de onde ele e a sua jovem esposa tinham crescido, em Baltimore, Maryland. Mas o seu projeto ia tomando forma pouco a pouco, em 1978 Parker decidiu colocar o seu dinheiro onde estava o seu coração e começou a publicar o seu próprio guia de vinhos, The Baltimore-Washington Wine Advocate.
 
Ele sonhava com uma publicação que pudesse estar livre de vínculos financeiros com vinícolas e comerciantes, um guia que produzisse visões totalmente imparciais sobre os vinhos e que servisse apenas aos interesses dos consumidores de vinho. Esta seria uma revista que seria financiada exclusivamente por assinantes - as pessoas que a compram, leem e usam. E assim, o The Wine Advocate começou e permanece fiel até hoje.
 
Em 1979, o nome da revista de Robert Parker foi alterado para The Wine Advocate. Em 1983, as controversas críticas brilhantes de Parker sobre a colheita de 1982 em Bordéus, provadas a partir de barris nas adegas, criaram uma celeuma entre a maioria dos grandes escritores de vinhos que achavam que a colheita estava demasiado madura e que os vinhos não envelheciam. Quando Parker acabou por estar certo sobre a grandeza desta safra, a sua reputação e base de assinantes disparou. Em 1984, ele foi capaz de deixar sua carreira de advogado para se concentrar em The Wine Advocate e vinho em tempo integral.
 
Robert Parker criou o sistema original de classificação de vinhos de 100 pontos com a primeira edição do The Wine Advocate, e continua a ser o padrão da indústria até hoje. Hoje, Wine Advocate tem assinantes nos todo o EUA, e em mais de 40 países em todo o mundo do vinho.
 
Robert Parker, Jr. é o único escritor/crítico de vinhos da história a receber as mais altas honras presidenciais de dois presidentes franceses e um presidente italiano. Em 29 de março de 1999, o presidente Jacques Chirac assinou um decreto autorizando Robert Parker Jr. a ser Cavaleiro na Ordem da Região de Honra. Em 1993, o falecido Presidente François Mitterrand fez de Parker Chevalier dans l'Ordre National du Mérite. Em 2002, Parker foi nomeado Comendador (Comandante) na Ordem Nacional de Mérito da Itália.
 
"Quando me retiro do The Wine Advocate para me aposentar”, comentou Robert Parker, "tenho a honra de passar o trabalho a essa maravilhosa equipe. “Ergo a minha taça a todos vocês por fazerem parte desta viagem e espero que todos continuem a partilhar o entusiasmo pela descoberta dos vinhos com os nossos dedicados leitores”.

Robert Parker renunciou totalmente à revisão de vinhos de The Wine Advocate para sua equipe de revisão de 10 pessoas.

Positivamente a crítica de vinhos e a própria indústria vinícola seriam diferentes do que são hoje sem as contribuições de Robert Parker, boa aposentadoria Bob.

BONS VINHOS A TODOS

“Pouco me importa se o produtor foi amigo de Napoleão, se vive numa propriedade centenária e seus antepassados foram fornecedores dos reis da França. O que interessa é o que ele coloca na garrafa e vende”. (Robert Parker Jr.)

Deixe seu Comentário

Leia Também

Gamay a Estrela do Beaujolais
Caríssimo Presidente
O ciclo da uva
Os aromas do vinho
Simpósio sobre clima causa apreensão