Menu
Busca quinta, 19 de maio de 2022
(67) 99647-9098
Camara Maio22
COLUNA

Esplanada

Leandro Mazzini

Comissões & Palanque

29 janeiro 2013 - 07h25

Tudo definido no Senado para sexta-feira. O senador Fernando Collor (PTB-AL) presidirá a Comissão de Infraestrutura, a que fiscaliza obras do PAC de Dilma. Pela atuação na CPI do Cachoeira, Vital do Rêgo (PMDB-PB) se alça à poderosa CCJ. A não menos importante Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) fica com Lindbergh Farias (PT-RJ). E a de Assuntos Sociais (CAS) com Ana Rita (PT-ES). Todos eles são pré-candidatos ao governo de seus estados.

Epa, epa
Maior plantador de soja do mundo e homem do agronegócio, o senador Blairo Maggi (PR-MT) será brindado com a Comissão de Meio Ambiente e Defesa do Consumidor.

A dois
Os concorrentes de Renan, senadores Randolfe (PSOL-AP) e Pedro Taques (PDT-MT) jantaram ontem em Brasília. Estudam lançar um só.

Frevo
Randolfe passou o fim de semana no Recife e se encontrou com senador da ala independente Jarbas Vasconcelos (PMDB), de quem ouviu apoio.

Renan e os tucanos
A vitória do senador Renan Calheiros (PMDB-AL) para a presidência do Senado está garantida na sexta, na conta de aliados. Ele prometeu cargos até para PSDB, partido que ajudou a derrubá-lo em 2007. Os tucanos manterão controle da Primeira-Secretaria, responsável por licitações e contratos. Será de Flexa Ribeiro (PA).

PT na patota
A despeito da denúncia no STF contra ele, Renan já fechou a futura Mesa Diretora da Casa Alta: Os vice-presidentes serão Jorge Viana (PT-AC) e Eunício Oliveira (PMDB-CE). Eunício porém está reticente, quer ser líder da bancada.

Disputa
Renan e José Sarney tentam controlar uma briga. Romero Jucá (RR), a quem prometeram a liderança do PMDB na Casa, enfrenta resistência de Eunício Oliveira (CE). Para compensar, a dupla oferece ao cearense a liderança do Bloco. Nada decidido. 

Sossego
Foi oferecida a Comissão de Relações Exteriores ao senador José Sarney, que perderá o posto máximo do Senado. Ele não quis. Quer sossego na cadeira no plenário.

Dupla resistência
Da ala dos senadores independentes do PMDB, de fato mesmo só sobraram dois: Jarbas e Pedro Simon (RS). Apesar de outras contras, ninguém ensaiou se lançar contra Renan.

Dois estilos
O ex-presidente Lula, que não apareceu no local do acidente da TAM em 2007, se apressou ontem a soltar nota oficial antes da própria presidente Dilma. Ela deixou agenda oficial no Chile para se solidarizar com as famílias de Santa Maria (RS).

Lobinho
Saindo de uma reunião recente com a presidente Dilma, o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão (PMDB-MA), foi indagado por um ministro por seu silêncio. Ele, à meia voz e olhos arregalados, confessou: “Quem? Eu?! Morro de medo dela!”

Na canela
Questionado sobre relatório do TC-DF que aponta superfaturamento de R$ 200 milhões na obra do estádio nacional, o governador Agnelo Queiroz (PT) não escondeu o constrangimento. “É mais caro porque é sustentável”.

Aperto total
Sem a bonança dos últimos anos, os prefeitos do encontrão com a presidente Dilma passam aperto em Brasília. Muitos dividiram táxi, foram a pé dos hotéis para o centro de convenções e há os que ficaram em apartamentos de amigos e deputados.

Sem festa
É que muitos alcaides de oposição eleitos encontraram as prefeituras falidas ou depenadas pelos antecessores. Até dinheiro de lanchinho foi cortado.

Viva Dercy!
Leonardo Conde organiza a homenagem “Dercy bem Brasileira” de 19 a 24 de Fevereiro no espaço cultural dos Correios no Rio. Com mostra de fotos e filmes.

Ponto Final
Imprudência, falta de fiscalização e prenúncio macabro: o site da Boate Kiss informava o evento “Agromerados”.

Por Leandro Mazzini
Brasília, Terça-feira, 29 de Janeiro de 2013 – nº 363

Deixe seu Comentário

Leia Também

Calote
Legalização dos jogos
Vice brigão
Do meu, do seu bolso
Bolsonaro “refém”