Menu
Busca sexta, 19 de agosto de 2022
(67) 99647-9098
COLUNA

Esplanada

Leandro Mazzini

Dilma e Eduardo Cunha

27 fevereiro 2013 - 08h27

O governador Sérgio Cabral (PMDB), do Rio, ligou para a presidente Dilma Rousseff e pediu para ele receber o líder do partido na Câmara, deputado Eduardo Cunha. A reunião será na quinta. Cunha esteve com o vice-presidente Michel Temer na terça passada, e falou do descontentamento do partido com o governo. Esperavam que o vice fosse a voz do PMDB junto a Dilma, e não o contrário, como ocorre na visão da bancada. Com a reunião, Cunha provoca Temer, mas quer mostrar ao partido que a interlocução maior pode existir.  

Paredão
Cunha ficou no paredão na disputa pela liderança do partido. Temer e o presidente da Câmara, Henrique Alves, endossaram seu adversário, Sandro Mabel (GO).

Mesa Diretora
Cunha e Temer eram carne e unha há alguns anos, a ponto de dividirem mesas semanais no Piantella. O afastamento foi gradativo, embora o respeito continue.

Yoani & Brasil
Yoani Sánchez revelou a Otávio Leite (PSDB), seu cicerone no Rio, que vai escrever um livro sobre sua viagem ao Brasil. Já tem grande editora interessada.

Cultura da contradição
Os ânimos se exaltaram na CNI ontem. Um diretor da Confederação interpelou a ministra Marta Suplicy, da Cultura, numa rodinha após ela esboçar o Vale Cultura para empresários. Para ele, o programa desdenha da demanda do Nordeste e foca São Paulo. Ela deu de ombros, mas depois levou a sério e rebateu a bom tom.

Milho(es)!
Relator da MP 587, que prevê ajuda para o Nordeste, o deputado cearense Raimundo Gomes (PSDB) vai aumentar de 300 mil toneladas para 550 mil o piso de distribuição de grão de milho para a população da região.

Enfim, o Xi$to
O governador Beto Richa conseguiu para os cofres do Paraná incremento batalhado desde 1989: os royalties do petróleo de xisto explorado em São Mateus do Sul. Três governos – dois de Jaime Lerner e o de Roberto Requião travaram guerra jurídica.

PSB-PSDB
O PSDB do Amapá aderiu ao governo do PSB. O deputado Luís Carlos (PSDB-AP) emplacou o apadrinhado Marco Souza na Agência de Defesa e Inspeção Agropecuária.

Confusão
Da moita, é casamento de jacaré com cobra d’água: Neste cenário, Aécio Neves pode perder palanque para Eduardo Campos no estado com 400 mil eleitores.

Malvadeza
Polêmico que é, o deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) fixou no gabinete um cartaz com a foto de Eleonora Menicucci, com os dizeres ‘Ministra Roto Rooter’, a famosa empresa desentupidora. É que a titular da Secretaria da Mulher já defendeu o aborto. 

Pão americano
Enquanto não resolve sua situação com o grupo francês Casino, Abilio Diniz vai respirar ares americanos no sábado. Faz palestra no MIT, em Boston, junto com o cientista Marcos Troyjo (Ibemec), no Latin American Conference.

Tensão
O PP tenta abafar a tensão entre dois grupos que se digladiam na Câmara. Ainda há constrangimento sobre Vilson Covatti (RS), que espalhou cédula falsa com seu nome no dia da eleição da Mesa da Câmara.

No sapatinho
Para evitar a imprensa, o presidente do Congresso, Renan Calheiros, anda sozinho pelo Salão Azul. Diferente da pomposidade da rota gabinete-plenário do antecessor, que era um evento com luzes, seguranças e cercadinho.

Em campo
Em Março, a Embratur promove eventos internacionais para divulgar as cidades sedes da Copa do Mundo em Berlim e Londres.

Craques
O deputado federal Felipe Pereira (PSC-RJ) assumiu a Secretaria de Política contra as Drogas, que tratará dos ‘crackers’. Ninguém de Brasília foi convidado para a posse.

Ponto Final
“Eu não costumo mentir”, senador Mário Couto (PSDB-PA), da tribuna.

Por Leandro Mazzini - com Marcos Seabra e Adelina Vasconcelos
Brasília, Quarta-Feira, 27 de Fevereiro de 2013 – nº 388

Deixe seu Comentário

Leia Também

Segurando o caixa
Perigo online
Mão amiga
Tropa de Jair
Exército pecuarista