Menu
Busca quinta, 19 de maio de 2022
(67) 99647-9098
Tjms Maio22
COLUNA

Esplanada

Leandro Mazzini

Farra ministerial: R$ 781 milhões em alugueis

27 janeiro 2013 - 04h55

A conta do custo-governo com 40 ministérios, e cada vez com mais cargos comissionados:
Somente ano passado, o governo federal pagou R$ 781,4 milhões em alugueis de edifícios de grande e pequeno porte, informou à coluna a Secretaria de Patrimônio da União (SPU). A maioria fica em Brasília e outras sedes de ministérios, autarquias e estatais espalhadas por capitais estratégicas. A SPU é a fiadora responsável. A responsabilidade do contrato de aluguel é de cada ministério.

Palácio
Chamou a atenção em Brasília a nova sede do Ministério da Integração: serão R$ 100 milhões por 10 anos de contrato.

Bye, bye
A Integração deixou três andares vazios no Bloco E da Esplanada porque, segundo a assessoria, a equipe cresceu e precisa de mais espaço e conforto. 

Canetada
A SPU explica que “Não havendo imóvel disponível compete a cada Órgão promover procedimentos”. Ou seja, com seu dinheiro, cada ministro dá sua canetada como quer.

Lugar ao sol
Ciro Gomes está mordido. Ele confessou a amigos que foi a pedido do ex-presidente Lula que transferiu seu título de eleitor para São Paulo, num projeto de lançá-lo ao Planalto em 2010, mas levou uma rasteira e foi escanteado. Agora, sem mandato e com o brilho de Eduardo Campos, que controla o PSB, o ex-deputado começa a desabafar.

Megafone
Ciro detestou atuar como deputado. Considera a Câmara banca de negócios, e não volta. E começou a escancarar sua indignação contra o PT. E sobre Lula: “Gosta muito do povo, desde que ele fique em cima mandando em todo mundo”, disse em palestra.

Pacote & Campanha
Os mais importantes ministérios foram mobilizados pelo Planalto para apresentar benesses aos prefeitos que chegam amanhã para o encontrão em Brasília. Pedido da presidente. Sabe que eles são os maiores cabos eleitorais.

Amigos
A moral do governador Marcelo Déda com a presidente. Ela encaixou na agenda uma visita a Aracaju na terça. Visitará parque eólico e até inaugura ponte.

Medo
Pelo menos 129 médicos são investigados pelo Conselho Regional de Medicina do Distrito Federal por irregularidades e erros no exercício da profissão.

Sem confete
A turma está mais cautelosa este ano. Ceticismo é a palavra dominante entre os prefeitos que se mobilizam a partir de amanhã para mais uma Marcha a Brasília. Sabem que voltarão com pouco ou nada no bolso.

Ela não esquece
Desta vez precavida, a presidente Dilma decidiu organizar o evento com prefeitos. Ano passado, foi vaiada pelos munícipes ao dizer que não abriria cofre fácil. Deu um pito no presidente da Confederação Nacional dos Municípios, Paulo Ziulkoski.

S.O.S. do Poder
É aquela história: casa de ferreiro... A governadora Roseana Sarney foi internada às pressas na quinta-feira no UDI, hospital particular em São Luís. Fez endoscopia. A comitiva passou longe do Socorrão, o maior hospital público da capital.

Blindagem
O Conselho Nacional de Justiça corre para aprovar resoluções que blindem os magistrados de lobbies. Representantes de ONGs que atuam na área dos direitos humanos denunciam participação de juízes em eventos patrocinados.

Federalismo
O IPEA aproveita a Marcha dos Prefeitos e lança em Brasíia terça-feira o livro Federalismo à Brasileira: questões para discussão.

Ponto Final
Num país pobre como Angola, descobre-se que a maior e única bilionária do país é a ... filha do presidente.

Por Leandro Mazzini - com Vinícius Tavares, Marcos Seabra e Adelina Vasconcelos
Brasília, Domingo, 27 de Janeiro de 2013 – nº 362

Deixe seu Comentário

Leia Também

Calote
Legalização dos jogos
Vice brigão
Do meu, do seu bolso
Bolsonaro “refém”