Menu
Busca quarta, 18 de setembro de 2019
(67) 99647-9098
COLUNA

Esplanada

Leandro Mazzini

Gatilho na paralela

10 agosto 2019 - 07h30

Além da inclusão de Estados e municípios, e da capitalização, a PEC da Reforma da Previdência paralela que irá tramitar no Senado poderá reincluir o chamado “gatilho” para corrigir as idades mínimas de aposentadoria com base no aumento da expectativa de sobrevida da população. A regra constava na proposta original enviada pelo presidente Jair Bolsonaro ao Congresso e previa que, para cada quatro meses de aumento na expectativa, três meses seriam adicionados à idade mínima. O gatilho, no entanto, foi excluído do parecer do relator na Câmara, Samuel Moreira (PSDB-SP).

Freio na farra

Caiu significativamente o uso de aviões da FAB por ministros da Esplanada e autoridades máximas dos outros Poderes, em relação a Governos anteriores.

Conforto Air

Os que mais usam jatinhos da FAB em agenda oficial são o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, e o chanceler Ernesto Araújo. Dias Toffoli, presidente do Supremo Tribunal Federal, voou para São Paulo em julho em jato exclusivo.

Barbosa com povo

O então presidente do STF Joaquim Barbosa, que deixou a Corte, não usava avião do Governo. Na grande maioria das vezes era visto na primeira fileira dos voos comerciais.

Assalto oficial

Somente o partido Novo, que tem apenas oito deputados na Câmara, tentou barrar o acintoso aumento de recursos públicos para o Fundo Eleitoral em 2020. A emenda do partido que pretendia vetar a verba que será usada por partidos e candidatos nas eleições municipais foi rejeitada pela Comissão Mista de Orçamento. O parecer do relator, deputado Cacá Leão (PP-BA), prevê um montante de R$ 3,7 bilhões.

E o salário..

Em 2018, foram alocados R$ 1,7 bilhão ao fundo. No texto, que terá que ser votado em sessão do Congresso, o relator manteve a proposta original do Executivo para o salário mínimo, de reajuste para R$ 1.040 em 2020. O valor atual é de R$ 998. O Novo tentará derrubar o aumento do Fundo no plenário.

 

Arca das Letras

Circula boato de que a Superintendência do Ibama em Brasília doa livros e os exemplares que não forem doados serão incinerados. O Ministério da Agricultura, ao qual o Ibama é vinculado, desmente. Informa que as obras pertencem ao extinto programa Biblioteca Rural Arca das Letras e estão sendo catalogados para serem destinados a bibliotecas públicas e escolas rurais.

Projetos de Estado

A meta do Governo é depositar no Tesouro R$ 1 trilhão com privatizações nos próximos quatro anos, e segurar R$ 1 trilhão em 10 anos, com a reforma da Previdência.

Tour

Governadores do Nordeste, que se dizem “abandonados” pelo Governo de Jair Bolsonaro, vão fazer um tour pela Europa nos próximos meses para tentar firmar parcerias e levantar investimentos para os nove estados que comandam. A comitiva passará pela Itália, França, Alemanha e Espanha.

União faz a força

Os governadores, todos de oposição, formaram o Consórcio Nordeste e têm acusado o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, de orientar seus funcionários a não liberar empréstimos para Estados e municípios da região. Informação contestada por Guimarães. Afirma que “não existe nenhum direcionamento e o banco é de todos.

Êpa, êpa

Olho neles, cidadãos destes Estados. Será que as primeiras-damas vão entrar nesse tour?

Socialistas

A buraqueira nas ruas do Recife já tem um responsável, segundo o prefeito Geraldo Júlio (PSB). É o atual presidente da Companhia Pernambucana de Saneamento, Roberto Tavares, que “faz obras hídricas na cidade e deixa os buracos para a Prefeitura tapar”. Tavares era ligado a Eduardo Campos, e Júlio quer sua cabeça.

Resposta

A Nova Canabrava informa que “não tem e jamais teve Distribuidora”. Sempre foi uma indústria produtora de etanol”. A nova... a nova Canabrava.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Aras e o Senado
Mãos ao alto!
Cadê o nosso, Petrobras?
Faroeste amazônico
Barbosa vem aí